Últimas Notícias

Como é bom ter um jornalista por perto!



Membros da diretoria e do conselho da AJOV: Jodély Dias, Márcia Colla, Adilson Cabral, Flávia Domingues, Mônica Nogueira, Sueli Correa, Mônica Bockor, Margarete Micheletti, Mônica Lima e Lucyenne Davies
Membros da diretoria e do conselho da AJOV: Jodély Dias, Márcia Colla, Adilson Cabral, Flávia Domingues, Mônica Nogueira, Sueli Correa, Mônica Bockor, Margarete Micheletti, Mônica Lima e Lucyenne Davies

Posse da Associação dos Jornalistas do Vale do Ribeira reúne muita gente conhecida e recebe congratulações em vídeo do governador e outras personalidades

Concorrida e prestigiada, festa da posse da AJOV foi realizada no Bantchá, em Registro-SP
Concorrida e prestigiada, festa da posse da AJOV foi realizada no Bantchá, em Registro-SP

Todos os jornalistas presentes se identificaram – e se encantaram – com as palavras de Mônica Lima em seu discurso de posse na presidência da Associação dos Jornalistas do Vale do Ribeira – AJOV, ao desenhar um retrato dos profissionais. 

O evento, realizado em Registro-SP na noite de quinta-feira, 15 de março, reuniu muita gente conhecida e mereceu congratulações em vídeo de várias personalidades, entre elas o governador Geraldo Alckmin, o ator Oscar Magrini e o chefe da Casa Civil de São Paulo, deputado federal Samuel Moreira.


Um vento repentino e enviesado trazendo chuva interrompeu a nova presidente nos momentos finais de seu discurso. 

A festa acontecia praticamente ao ar livre, no Bantchá, de onde no outro lado do Rio Ribeira se avista o centro da cidade. 

Os convidados se agruparam em espaços mais protegidos e ali ficaram conversando até ser possível retomar o ritmo.





Entre eles estavam os prefeitos de Registro e Miracatu, Gilson Fantin e Ezigomar Pessoa; a comandante do 14º Batalhão da Polícia Militar, Major Maria Madalena Leite; a coordenadora executiva da Unesp, Patrícia Morgante; o dirigente regional de Ensino, Gabriel Marcos Spínola; o presidente da Câmara de Registro, Marcelo Comeron; os vereadores Sandra Kennedy (Registro) e Kleber Carravieri (Jacupiranga); os gerentes das unidades locais do Sesc e do Senac, Débora Teixeira e Paulo Rezende; a gerente do Escritório Regional do Sebrae, Michele dos Santos; o presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sincovale), Renato Zacarias; o vice-presidente da Associação Comercial (Aciar), Hélio Borges Ribeiro, e muitos queridos amigos dos jornalistas.

A chuva logo acalmou e Mônica pôde concluir seu discurso, encerrando a etapa solene do evento, que teve como mestre de cerimônias o secretário municipal de Cultura, Carlos Alberto Pereira Júnior. 

Além da presidente, a diretoria que conduzirá a AJOV até 2020 é formada pelos jornalistas Margarete Micheletti, vice-presidente; Mônica Bockor, tesoureira; Adilson Cabral, 2º tesoureiro; Mônica Nogueira, secretária, e Flávia Domingues, 2ª secretária. O Conselho Fiscal é composto por Sueli Correa, Lucyenne Davies e Márcia Colla, com Renato Aquino, Jodély Dias e Patrícia Kanashiro como suplentes.


Jornalistas Mariana Areco Torres, Margarete Micheletti, Adilson Cabral, Dione Aguiar, Lucyenne Davies, Jodély Dias e Flávia Domingues

Empresas precisam de jornalistas


Vídeos com depoimentos exibidos durante a festa revelaram opiniões valiosas sobre os jornalistas e seu trabalho, como a do empresário Renato Junqueira, presidente do Grupo Federal Invest: “Eu era contra por ignorância, mas hoje não vejo uma empresa que prospere sem ter um assessor de imprensa. Nós temos três.”

Também falaram sobre a importância de jornalistas –  e cumprimentaram a AJOV em vídeo – Ana Lúcia Cugler e André Sanches, da Apeoesp; Daniel Muniz, presidente da Aciar; Débora Teixeira, gerente do Sesc; os prefeitos Ezigomar Pessoa e Gilson Fantin; José Justino Dezidério, coordenador da CUT; Marlene Rocha, coordenadora do Cerest; Paulo Rezende, gerente do Senac Registro; Renato Zacarias, presidente do Sincovale e Rosemeire Lara, presidente do Sindicato dos Comerciários.


Um brinde à nova gestão da AJOV: Adilson Cabral, Soraya Hirota, Renato Aquino, Mônica Lima, Mônica Bockor, Mônica Nogueira, Márcio Lima e Flávia Domingues


Apoio cultural


O evento da AJOV teve ainda apoio cultural das empresas Agência Criativos, Carravieri & Martinelli Sociedade de Advogados, Easy English, Ênfase Comunicação, Federal Invest, H&J Locação de Mesas e Cadeiras, Jornal Regional, Márcio Lima Leiautes, Mercearia Budista, Palavra & Ação Comunicação Integrada, Portal Registro Diário, Som da Ilha, Tenri e Tropdan.

Criada há 13 anos, com os objetivos de valorizar, fortalecer o trabalho e defender os direitos e interesses dos jornalistas da região, a AJOV reúne atualmente 25 profissionais. A entidade trabalha em defesa da profissão e por um jornalismo de qualidade no Vale do Ribeira. 

“Como é bom ter um jornalista por perto”

Leia a seguir o trecho da fala da presidente da AJOV, Mônica Lima, em que ela descreveu os jornalistas com propriedade e bom humor.

“Se eu fosse você, gostaria de ter um jornalista sempre por perto. Como amigo, colaborador, vizinho, namorado, colega de trabalho, parente ou apenas um dia poder esbarrar com um deles por aí. Quem tem sabe a diferença que faz!

Jornalistas são pessoas interessantes, intensas, cheias de informação e conteúdo que escolheram uma profissão com a emoção, com a alma, com a vontade de falar e mostrar ao mundo as coisas do próprio mundo. 

Somos pessoas que entendem um pouco de tudo e muito de nada. Porque a cada dia nossa profissão nos faz conhecer coisas novas, pessoas novas. Em cada amanhecer, uma nova experiência.

Somos fundamentalmente caçadores de histórias, de boas histórias, muitas não tão felizes, mas estamos sempre atentos, sempre alertas. 

Na fila do supermercado, andando na rua, em qualquer lugar estamos direcionados para as vidas que nos cercam. Aprendemos desde cedo a prestar atenção no cotidiano e levar uma reflexão sobre o que vemos para a sociedade.

Somos críticos, ah, como somos críticos. Mas isso faz parte do nosso plano maior que é simplesmente ‘mudar o mundo’, iniciado láááá na faculdade, que tomou novas formas, mas ainda habita o coração de cada um de nós, independentemente de quanto tempo já estamos no mercado ou quantos anos se passaram desde então.

Jornalistas são bem-humorados, falam sem parar. Há quem diga que falamos muito. Que injustiça! É que dentro de nós habitam palavras e mais palavras que precisam sair e ganhar força. 

Nos dão sempre a necessidade de nos comunicar a todo instante, com todo tipo de pessoa e muitas vezes até com seres inanimados: sim, nós falamos até sozinhos. Porque jornalista fala com a alma, com os olhos, com os gestos, às vezes até com o silêncio. Treina todo dia essa fascinante arte de que é se comunicar.

Acho sinceramente que todo ambiente deveria ter pelo menos um jornalista. Porque fazemos a diferença onde estamos inseridos, conseguimos enxergar além, ver possibilidades talvez ainda não vistas, porque somos inquietos, curiosos e observadores. Experimente estar com um de nós e sua vida não terá mais rotina. A gente se reinventa e está sempre atrás de coisas novas, mas sem esquecer da história que nos trouxe até aqui.

As pessoas geralmente acham que jornalistas sabem de tudo: Você é jornalista, precisa saber disso! Estou perguntando, porque você é jornalista, deve estar informado! Ou, no meio da noite, aquela mensagem de um amigo no WhatsApp: Na frase tal, esse A é com crase ou sem crase? Estou perguntando porque, sabe né?, você é jornalista. E a gente tem sempre o maior prazer em responder tudo isso e completar com mais um pouco.

Sabe por que? Porque as pessoas estão certas: Sim! Nós sabemos de tudo! E se não soubermos vamos vorazmente atrás de toda e qualquer possibilidade de informação. Levantamos e checamos dados, perguntamos, lemos, ligamos, nos informamos.  Enfim, jornalista é um profissional de coração aberto e de alma leve, que sabe se posicionar diante das situações – adversas ou não – comprometido com o que faz e com o que fala, escreve e repercute.

Acho que ser jornalista é para poucos e loucos, mas, porque não esqueçam: nós queremos mudar o mundo! E assim o faremos sempre. Nem que seja o mundo ao redor da nossa casa, da nossa rua, do nosso bairro ou só transformar a vida de alguém que nos conte uma bela história ou nos proponha um belo desafio. E faremos isso com apenas uma só arma: a palavra.”