Últimas Notícias

Paulistão Itaipava 2018 começa hoje com festa especial e novidades para atletas e árbitros




Paulistão Itaipava 2018 começa hoje com festa especial e novidades para atletas e árbitros


Finalistas da última edição, Corinthians e Ponte Preta se enfrentam na noite desta quarta-feira (17), no estádio do Pacaembu, na rodada inaugural do Paulistão Itaipava 2018.

Paulistão Itaipava 2018 começa hoje com festa especial e novidades para atletas e árbitros

Antes da bola rolar, o público presente acompanhará a festa de abertura no gramado do Pacaembu, com uma projeção especial de 40 metros de diâmetro no centro do gramado, além de um show de luzes, laser e fogos.


A festa completa também terá cobertura ao vivo dos canais SporTV e Premiere.


A projeção em alta definição apresentará os 16 participantes do Paulistão Itaipava, retratando de forma especial os municípios, estádios, torcedores e clubes paulistas participantes, em um vídeo especialmente produzido para a ocasião.








A festa de abertura terá como tema o próprio mote do Paulistão, que é a ‘Paixão Que Não se Mede’. A ideia é retratar em imagens, sons e cores o sentimento do torcedor paulista.



A PAIXÃO QUE NÃO SE MEDE



Tema da campanha do Paulistão Itaipava 2018, a “Paixão Que Não se Mede” sintetiza a essência do Paulista, mais longevo, tradicional e valorizado Estadual do Brasil.



O mote busca mostrar que paixão não se compara nem se questiona, independentemente do tamanho do time.



“Como comparar o fanatismo de torcedores de diferentes escudos e histórias? Como medir a devoção de um fã pelo seu clube do coração, por mais modestas que sejam suas ambições?”, afirma Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF.



LIVRE INSCRIÇÃO DA BASE



Após reuniões com treinadores, jogadores e executivos de futebol, foi definida uma novidade na inscrição de atletas do Paulistão Itaipava. Agora, cada time poderá inscrever duas listas: uma de até 26 atletas, e outra ilimitada, mas com apenas atletas das categorias de base.



A nova regra substitui a lista única de até 28 jogadores, que vigorou até a edição 2017 do Paulistão.



No Paulistão Itaipava, serão considerados atletas da base aqueles entre 16 anos completos e nascidos até 1997, estar registrado no time há pelo menos 12 meses, initerruptamente, e ter participado de uma competição de base em 2017 ou antes. A exemplo do modelo utilizado no Campeonato Espanhol, cada time poderá manter até quatro atletas da lista da base simultaneamente em campo.



No Paulistão A2, a segunda lista será a da base, com inscrições ilimitadas de atletas nascidos a partir de 1997 e que tenham atuado em algum campeonato das categorias de base pelo clube em 2017. No máximo quatro atletas da segunda lista poderão atuar simultaneamente durante a partida. A competição terá turno único na primeira fase, com todos enfrentando todos. Os quatro melhores avançam às semifinais, enquanto os dois últimos serão rebaixados.



”A liberação para atletas de base era uma reivindicação dos clubes. Buscamos referências fora do país para aplicarmos o melhor mecanismo”, diz Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista de Futebol.



Outra sugestão dos clubes atendida para o Paulistão Itaipava 2018 são os cartões amarelos zerados para a fase final da competição. Devido à Copa do Mundo, o Paulistão Itaipava 2018 começará em 17 de janeiro e terminará em 8 de abril.












NOVO LICENCIAMENTO DE ÁRBITROS



O Departamento de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol implantará o Programa de Licenciamento de Árbitros, modelo de rankeamento inédito no mundo, iniciado neste Paulistão Itaipava 2018.



O projeto substitui o modelo atual, e classificará os profissionais de acordo com o desempenho na temporada, dividindo-os nas categorias: Básico, Licença C, Licença B, Licença A e Licença Pro. Até então, os árbitros eram promovidos com base na quantidade de partidas apitadas.



Agora, o licenciamento dos árbitros será realizado mediante acompanhamento individual direto ao longo de toda temporada, com observadores em todas as partidas, além de 20 critérios físicos, técnicos e psicológicos avaliados ininterruptamente durante o ano.



Junto ao observador no estádio, também haverá análises de vídeo após cada partida, que resultará na nota final da arbitragem para aquela partida.



Além de treinamentos práticos e teóricos, específicos e individualizados, os árbitros e assistentes serão monitorados por meio de um novo sistema de GPS, o mesmo que atende as principais ligas e clubes do mundo, e que fornecerá detalhes físicos e técnicos de cada profissional.



Cada uma das faixas de licença terá uma nota mínima a ser obtida pelos árbitros e assistentes a cada partida. Apenas ao final da temporada, mediante o cumprimento de vários pré-requisitos (que inclui uma quantidade mínima de jogos apitados), o árbitro ou assistente poderá requerer a promoção para uma licença superior.



“O objetivo é trazer novas qualificações e avaliações nas diferentes áreas, para alcançar a regularidade e excelência. Teremos uma evolução por qualidade”, afirma Dionísio Roberto Domingos, diretor do Departamento de Arbitragem da FPF e idealizador do novo modelo.



A partir de 2021, árbitros e assistentes da Licença Pro poderão apitar decisões e jogos do Paulistão Itaipava; para Licença A, partidas do Paulistão A2 Itaipava e Paulistão A3; para Licença B, Copa Paulista e Paulista 2º Divisão; e Licença C para jogos do Paulista Sub-20 1ª divisão. Os profissionais da Licença Básica atuarão nas competições não profissionais.



Como será a nova classificação?

Básico (competições amadoras)

Licença C

Licença B

Licença A

Licença Pro



O que será avaliado?

Durante toda a temporada, são mais de 20 quesitos dos pilares físico, técnico e mental, além de quantidade mínima de jogos e de aulas teóricas e práticas, e outras atividades complementares.



Como o árbitro muda de licença?


O árbitro terá direito a permanecer licenciado no mínimo um ano, desde que mantenha o desempenho de nota mínima nos jogos oficiais. Assim, na temporada seguinte, poderá requerer ‘upgrade’ para Licença de nível superior.