Últimas Notícias

POLÍCIA MILITAR CAPTURA O 189º PROCURADO DA JUSTIÇA NO VALE DO RIBEIRA



POLÍCIA MILITAR CAPTURA O 189º PROCURADO DA JUSTIÇA NO VALE DO RIBEIRA


Nesse mês de outubro registrou-se 22 capturas de procurados da Justiça, sendo que só ontem (22/10), foram capturadas mais duas pessoas. 

A Seção de Operações do 14º BPM/I tem acompanhado a evolução das capturas, as quais têm aumentado muito, em decorrência das chamadas “saidinhas”, onde o detento é beneficiado com a saída temporária e não retorna ao sistema carcerário. 

A tecnologia também tem favorecido as capturas, pois 100% das viaturas possuem um tablet integrado com os sistemas inteligentes, facilitando a pesquisa no local pelo policial militar.






REGISTRO - uma equipe estava em patrulhamento pela área central de Registro, quando abordou um indivíduo em atitude suspeita na Rua Tamekishi Takano, Centro, Registro-SP. Após a revista pessoal, nada de ilícito foi encontrado, porém ao ser efetuada a pesquisa no Banco Nacional de Mandados de Prisão, constou um mandado de prisão em aberto expedido em 28/09/16 no Estado de Santa Catarina. Diante do fato o infrator foi preso e encaminhado à cadeia pública de Registro-SP. Elaborou-se um BOPM de Captura de Procurado.

ILHA COMPRIDA – a equipe foi acionada para o atendimento de uma ocorrência, onde populares estavam agredindo um homem. No local foi abordado um casal, onde a mulher era adolescente e o maior era o que havia sido agredido por pessoas desconhecidas, conduzindo uma moto modelo Biz. Ficou apurado que ambos foram filmados em data anterior na prática de furto de um celular e que foram identificados pelos agressores, que não se apresentaram. Ao serem pesquisados seus documentos, constou o indivíduo como “Procurado pela Justiça”. 






Sendo assim elaborou-se um BOPM de “Furto e Captura de Procurado”. A moto foi apreendida, o infrator ficou à disposição da justiça e a adolescente foi liberada para o Conselho Tutelar.


Denuncie se tiver conhecimento de pessoas que possam estar em condições ilegal com a Justiça, basta ligar 190 ou 181 e indicar onde esta pessoa está. Não precisa se identificar.