Últimas Notícias

LIVRES DO VÍCIO DO CIGARRO

LIVRES DO VÍCIO DO CIGARRO

Ilha Comprida - De segunda em segunda, Rosângela Hermann e Luiz Eduardo Hermann adiaram por mais de 45 anos a decisão de parar de fumar. 

LIVRES DO VÍCIO DO CIGARRO

A decisão aconteceu finalmente em junho desse ano, quando se inscreveram no Grupo Anti-Tabaco do Departamento de Saúde da Ilha. Na última semana,  eles contabilizaram perto de 60 dias livres do vício, com bons motivos para comemorar: respiração melhor, mais sabor nos alimentos, melhor saúde e dinheiro na carteira.






Também Maria José Ferreira, fumante há 45 anos, comemora perto de 45 dias sem cigarro com a alegria de abraçar os netos, sem estar impregnada de fumaça.  José Dias dos Santos , 60 anos de vício e há dois meses de fumar, viu pela primeira vez sobrar uma nota de R$ 100,00 na sua carteira:”Era muito dinheiro jogado fora”, constata. Arlete Tamassia -  mais de 40 anos dedicados ao fumo e há mais de trinta dias sem cigarro- afirma que prova agora o sabor dos alimentos, tem saúde e sono melhores.

Orgulhosos e conscientes dos muitos anos de desperdício de dinheiro e saúde com o vício do cigarro, dezenas de moradores da Ilha comemoram os resultados do Programa Anti-Tabaco desenvolvido pelo Departamento de Saúde da Ilha em parceria com  o Centro de Referência Estadual de Álcool e Drogas, da Secretaria de Estado da Saúde.

A enfermeira Silvana Filholino – que coordena o programa, afirma que o índice de resolutividade está em cerca de 70 e 80%. Isso porque o município dispõe de um forte aparato médico e psicológico para quem quer se livrar do cigarro. 

Além de reuniões semanais, quinzenais ou mensais (de acordo com a evolução do tratamento) , os assistidos contam com atendimento médico , psicológico , odontológico , nutricional e assistencial.  Há medicamentos e o chamado “monoxímetro”, aparelho para identificar o índice de nicotina em cada pessoa.

A psicóloga Cássia explica que as reuniões em grupo auxiliam no tratamento,já que possibilitam o compartilhamento de experiências e a ajuda mútua. O grupos anti-tabaco contam com vinte pessoas e duração de tratamento entre seis meses a um ano.  As reuniões acontecem às sextas na  sede do antigo CRAS – Rua Sorocaba, com a Av. Beira Mar.


Serviço- Quem tem interessa em parar de fumar, pode se inscrever no programa na unidade de saúde mais próxima de sua residência. Próximo grupo será formado em setembro.