Últimas Notícias

Nebulização ocorre em bairros de Iguape


Nebulização ocorre em bairros de Iguape

A Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) realizou na semana de 10 a 14 de julho operação de nebulização contra o mosquito Aedes Aegypti nos bairros Canto do Morro, Porto do Ribeira e parte da Guaricana, onde foram notificados três casos de Chikungunya. 

O objetivo é controlar a transmissibilidade das doenças causadas pelo mosquito.

A ação é dividida em equipes, onde parte aplica o inseticida em forma de vapor e parte atua avisando os moradores sobre os cuidados que precisam ter: sair de casa durante a aplicação do veneno e só voltar após 30 minutos, deixar janelas abertas durante a nebulização nos quintais, manter coberto alimentos e vasilhas de água, retirar roupas de cama e do varal e proteger animais, em especial gaiolas de pássaros.




O método chamado nebulização costal é mais eficiente por ser mais direcionado e aplicado dentro das residências, ao contrário do caminhão que, usado em regiões maiores, acaba espalhando demais o veneno e não atinge os mosquitos que ficam no interior das residências.


A atuação acontece por 150 metros ao redor do foco do doente e o veneno mata os mosquitos existentes ao redor em cerca de 20 minutos. Porém, o mais importante é o trabalho de bloqueio feito antes pelos agentes de endemias, onde são procuradas e eliminadas as larvas dos mosquitos realizando o controle mecânico dos recipientes e, mostrando-se necessário, é feita a aplicação de larvicida (inseticida) nos focos de alto risco que ficam dentro das residências.