Últimas Notícias

ACIAR apoia destinação solidária de 3% do imposto de renda para o CMDCA

ACIAR apoia destinação solidária de 3% do imposto de renda para o CMDCA
Lucia Maria, agente da Receita Federal em Registro-SP

Entrega das declarações devem ser feitas até 28 de abril e o próprio sistema da Receita Federal faz o cálculo. Mas só vale para as declarações completas.

Se você ainda não fez o seu imposto de renda, ainda dá tempo de destinar 3% do imposto devido ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (CMDA). O prazo final para entrega das declarações é dia 28 de abril e essa destinação ao CMDCA só pode ser feita por contribuintes que optarem pela declaração completa. O próprio sistema  da Receita Federal calcula o valor da doação e emite a DARF.

A agente da Receita Federal em Registro, Lúcia Maria Seixas de Menezes, informa que o potencial de Registro é de destinação de R$ 1 milhão oriundos apenas de declarações de pessoas físicas. No ano passado, o  CMDCA Registro recebeu apenas R$ 33 mil. Segundo ela, muitas pessoas temem que o recurso seja desviado, porém, isso não acontece. “Tem total controle dos tribunais de conta”, garante.









O recurso vai para projetos aprovados no CMDCA que envolvam crianças e adolescentes nas áreas de educação, esportes e cultura. “Essas crianças poderiam estar fazendo tantas coisas! Tudo isso é benéfico para a sociedade”, afirma a agente.

Qualquer contribuinte, de qualquer lugar do país, pode destinar esse percentual do imposto devido ao CMDCA de qualquer uma das cidades que têm CNPJ e projetos aprovados.  O sistema da Receita Federal mostra todas as cidades aptas a receberem a contribuição.

A ACIAR apoia a destinação solidária. “Todo projeto sério voltado para a criança e o adolescente merece nosso total apoio, pois estamos cuidando do futuro do Brasil”, disse o presidente Renato Zacarias dos Santos. “Temos que empreender esforços para que a criança e o adolescente tenham ocupação no contraturno escolar, para que fiquem nas ruas”, completou.

Educação Fiscal - Com o objetivo de aumentar a destinação solidária e conscientizar as crianças sobre a importância do imposto na vida do país, Lúcia Maria promove palestras sobre educação fiscal nas escolas. “A gente tem que pensar que o Brasil só vai melhorar através da educação, da ética e da cidadania”, afirma a agente.