Últimas Notícias

Funcionários do Hospital Regional de Itanhaém paralisarão atividades na próxima semana

Funcionários do Hospital Regional de Itanhaém paralisarão atividades na próxima semana

A categoria está sem reajuste, e nem reposição do Índice de inflação há 10 anos, desrespeitando ao dissidio coletivo e data-base, diz Sindicato

Mais de 300 funcionários do Hospital Regional de Itanhaém (HRI) devem paralisar suas atividades entre os dias 25 e 26 de outubro. O objetivo é chamar   a atenção para uma pauta de reivindicações da categoria, que vem sendo discutida desde março desde ano e não cumprida pelo Consaude -Consórcio Intermunicipal, responsável pela administração de hospitais do Litoral Sul e Vale do Ribeira, como explica o diretor regional do Sindicato dos Trabalhadores Públicos da Saúde do Estado de São Paulo, João Carlos dos Santos.

Entre as reivindicações estão a reposição das perdas salariais de 23,36%, levando em conta que as perdas salariais entre março de 2011 e 2015 totalizam, segundo o índice do DIEESE -Departamento Intersindical de Estatística e Estados Socioeconômico. Conforme informações do diretor do Sindsaude, a categoria está sem reajuste, e nem reposição do Índice de inflação há 10 anos, desrespeitando ao dissidio coletivo e data -base.

Os trabalhadores pedem ainda reajuste no valor do vale refeição para R$ 34, 20, para todos os trabalhadores do Consaude, sem distinção do teto salarial para concessão do benefício. O Sindsaude reivindica ainda, reajuste no auxílio creche ao empregado que tem direito, incluindo aquele que detém a guarda judicial da criança, licença maternidade de 180 dias e plano de carreira.


Aproveitando a visita do governador Geraldo Alckmin, no último dia 10 de outubro no Vale do Ribeira, o líder sindical do Sindsaude entregou a pauta de reivindicações nas mãos do governador, ressaltando para o governador o descaso com os trabalhadores do Consaude. 

Por Adilson Cabral