21 de junho de 2017

Quinto colocado no HakaExpedition –100km , o atleta da Ilha Taicoh Richard fala sobre os desafios da competição e o potencial da Ilha para os esportes de aventura

,


Quinto colocado no HakaExpedition –100km , o atleta da Ilha Taicoh Richard fala sobre os desafios da competição e o potencial da Ilha para os esportes de aventura

 Ilha Comprida Com o lema  "Só sabemos nosso limite quando levamos nosso corpo ao extremo", o atleta da Ilha Comprida Taicoh Ricard estreou com sucesso no Hakaexpedition, uma das maiores competições de aventura do país. 

Quinto colocado no HakaExpedition –100km , o atleta da Ilha Taicoh Richard fala sobre os desafios da competição e o potencial da Ilha para os esportes de aventura


Cruzou a linha de chegada na quinta colocação,na categoria solo -  o melhor resultado até então de um atleta do município. Conhecida pelo desafio extremo, a competição – dividida em provas de mountain bike, trekking, canoagem e rapel- , exige garra e preparo dos atletas.

Quinto colocado no HakaExpedition –100km , o atleta da Ilha Taicoh Richard fala sobre os desafios da competição e o potencial da Ilha para os esportes de aventura

Em provas de 100 e 300 km, o Hakaexpedition teve a largada oficial às 22 horas de quinta-feira 15/06. As primeiras equipes terminaram a competição na manhã de sexta 16/06.  Já os vencedores da categoria 300 km cruzaram a linha de chegada na manhã do sábado 17/06. No Estado de São Paulo, o esporte é representado pela Federação Paulista de Corrida de Aventura (FPCAv) com  patrocínio da VolkswagenAmarok, Droga Raia, GJG , co-patrocínio: Spot, Toledo Ferrari, Kaylash, Du PontTyvek.  Na Ilha, a competição contou com apoio do município. Nesta entrevista, Taicoh aborda os desafios vencidos  e destaca que esporte é tudo em uma cidade.










O que te levou a competir?

Taicoh - O que me atraiu em uma competição deste nível foi o desafio, pois nunca tinha participado de uma corrida de aventura por navegação de mapa e bússola ainda mais com distância de 100km. Apos meu acidente de moto que me deixou oito meses em uma cadeira de rodas, todo ano procuro um novo desafio. O ano passado participei de uma prova de seis horas de Mountain Bike  e este ano , prestes a fazer 3 anos do meu acidente, resolvi encarar o haka expedition

2-Como foi a preparação? 

Taicoh- Me preparei com pequenas corridas na orla acompanhado pela esposa e filho que iam na bike enquanto corria. Tive apoio de um grande amigo, o professor Enoch Anderson . No remo, peguei o remo e treinei nas horas vagas.

3- O que  sentiu na largada?

Taicoh -Eu estava  muito ansioso,  um frio imenso na barriga. Não sabia como seria pois ia ter que passa a noite inteira em claro, competindo, e o medo de não completar a prova. Esse era o meu maior desafio. Também não sabia como seria remar a noite , pegar trilhas completamente fechadas de mato cercado por todos perigos que tinha.

4- Quais os desafios no meio do caminho?

Taicoh -Era tudo novo . A escuridão tomava conta de tudo. Na parte de canoagem tivemos uma ajudinha da lua que brilhou e iluminou o rio por onde passamos , mas a escuridão não era nada perto das dores musculares, do frio e bolhas no pés.

5- O que sentiu ao chegar em quinto lugar?

Taicoh -Quando passei pela linha de chegada, foi gratificante porque vi familiares e amigos que estava me esperando . Eles sorriram e senti como se o dever estivesse cumprido .A  colocação que  alcancei em meio de todos aqueles atletas acostumados com provas de aventura era o que menos importava, mas  me emocionei quando soube da quinta colocação.

6-  A quem dedica este resultado?

Taicoh -Em especial para minha mulher e filho que  acompanharam tudo de casa  online . A minha mãe, tia e amigo que passaram a noite em claro e foram a minha equipe de apoio. Dedico também à Mara Ventura e ao professor  Everton Ribeiro , que me sempre me deram força, à equipe GO!BIKE, à Próxima comunicações e Ciclo Silva , à Prefeitura da Ilha Comprida, à toda equipe da Divisão de Esportes e ao Departamento de Turismo.

7- Qual o potencial da ilha para os esportes de aventura?

Taicoh -É um potencial imenso para este tipo de esporte pois conta com uma vegetação preservada com muitas trilhas ecológicas e uma estação territorial com vários tipos de terrenos
8- qual a importância do esporte para uma cidade?

Taicoh -Uma cidade sem esporte é uma cidade vazia. O esporte é saúde, meio de renda , socializa pessoas e  tira crianças e adultos das ruas e mostra um leque de caminhos que levam ao bem

9- O  que você diria aos que querem começar?

 Taicoh -Procurem sempre fazer um esporte que gostem e  não tenham medo de tentar algo novo. Para aqueles que querem começar a competir, não liguem para o resultado final . Apenas tentem superar seus próprios limites, assim todos vão longe em qualquer modalidade esportiva.


Resultados completos na página da organização : 

Comentários
0 Comentários
0 comentários to “Quinto colocado no HakaExpedition –100km , o atleta da Ilha Taicoh Richard fala sobre os desafios da competição e o potencial da Ilha para os esportes de aventura”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

in-article

Mobile

addthis

Consorcio na Valenautico

Contato (13) 3821-6148

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Clique na imagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]