11 de maio de 2017

III Congresso de Direito Digital será a Internet das coisas e a indústria

,

III Congresso de Direito Digital será a Internet das coisas e a indústria


Hoje o número de dispositivos móveis é superior à população planetária. 

Como se preparar para essa nova economia?


O que representa a Internet das Coisas (IoT, Internet of Things, em inglês)? Qual a sua importância para a indústria e o cidadão comum? O III Congresso de Direito Digital, que se realizará dia 17/5, irá debater seu aspecto institucional, regulatório, social e tecnológico, bem como os desafios e as oportunidades dessa plataforma para o ambiente de negócios e a indústria.

Hoje há mais dispositivos móveis – 6,4 bilhões de aparelhos conectados em 2016 – do que pessoas em todo o mundo e a projeção é que haverá crescimento exponencial de “coisas” conectadas nos próximos anos, o que leva a perguntas cruciais: a infraestrutura da banda larga suportará essa alta demanda? Haverá impactos e custos para a indústria? Com certeza essa tendência terá implicações em dois eixos de grande interesse da indústria: competitividade e transformação digital. Todas as empresas estão atentas a isto?









A previsão é que o número de dispositivos, nos próximos cinco anos, será sete vezes maior do que o número de pessoas no planeta: 50 bilhões de dispositivos, incluindo sensores, smartphones, drones, microprocessadores, utilidades domésticas em rede e até robôs industriais.

Nessa nova economia digital, podem-se citar exemplos altamente tecnológicos, como a coleira inteligente para pets, que monitora seus sinais vitais, além de contar com uma câmera para que o dono acompanhe seu movimento à distância e saiba exatamente sua localização via GPS (Motorola Scout 5000). 

Também estão sendo disponibilizadas pulseiras para humanos a fim de reunir dados vitais do organismo. E, ainda, a bagagem smart, tecnológica e conectada, que pode ser rastreada via GPS em diversos países, com um cadeado que se abre e se fecha por meio do smartphone de seu proprietário: quando ele se aproxima, ela destrava sozinha; quando ele se afasta, a mala trava. 

No Brasil, há fabricantes e distribuidores de chuveiros, fechaduras, olho mágico e lâmpadas, dispositivos para automação predial e industrial igualmente inteligentes.

Compreende-se que a IoT é disruptiva uma vez que transforma profundamente os hábitos da sociedade e, ainda, as novas plataformas de negócios. Portanto, há pontos que precisam ser avaliados com atenção, como questões regulatórias, tecnológicas e relativas a padrões, novos modelos de contrato, regras de conformidade e governança para a indústria.

Acompanhe a programação dos sete paineis:

Painel 1 – Aspectos jurídicos relacionados ao crescente uso de dispositivos conectados IoT

Painel 2 – Aspectos técnicos relacionados à segurança dos dispositivos conectados IoT

Painel 3 – IoT como alavanca de inovação

Painel 4 – IoT – compliance e segurança – como fica a proteção de dados pessoais?

Painel 5 – Experiências do mercado relacionadas à utilização de dispositivos IoT conectados

Painel 6 – Casos de sucesso com dispositivos e soluções IoT


Painel 7 – Investigação forense e IoT
Comentários
0 Comentários
0 comentários to “III Congresso de Direito Digital será a Internet das coisas e a indústria”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

in-article

Consorcio na Valenautico

Técnico de Informática

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Clique na imagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]