19 de maio de 2017

Cupins Braziliensis

,
Cupins Braziliensis

Fazia um bom tempo em que não se descobriam espécies tão interessantes como foi o caso do Cupins Braziliensis. Como todos os cupins, vivem em colônias de muitas centenas de milhares de iguais e no alto da pirâmide temos os líderes, que podem ser um rei ou uma rainha. 

Diferente de todas as outras espécies de cupins, o C.Braziliensis se reproduz devagar. Porém, se encontrar um habitat propício para suas altas necessidades de alimento acaba atingindo um crescimento rápido e sem precedentes. Sobretudo se não existirem espécies concorrentes ou predadores por perto. Do ponto de vista do equilíbrio ambiental é onde residem os aspectos mais assombrosos e prejudiciais dessa espécie tão peculiar do Brasil.

O problema destas colônias é que em muitos casos criam também reis, além de rainhas, e um sem número de insetos auxiliares. Estes últimos, responsáveis pela logística de servir ao ápice da colônia. Os novos líderes com o tempo tendem a migrar para outros locais e acabam por formar suas próprias, mais fortes e evolucionadas comunidades. 









Dentro desse cenário fértil de possibilidades, as colônias do C. Braziliensis mostram grande habilidade em se reproduzir em um movimento de progressão aritmética, mas aí então surge o problema. No intuito de manter a estrutura e os membros dentro de cada colônia é preciso um consumo de alimento em progressão geométrica – o que acaba destruindo todo o ambiente a sua volta como um parasita. Fator que o diferencia em muito das outras espécies de cupins.  Mais comuns e abundantes, porém menos predatórias. Ao fim de uma geração do Brasiliensis, tudo a sua volta foi consumido.

O Cupins Braziliensis também um gênio da sobrevivência. Estes são dotados de grande capacidade mimética que vem desde os primórdios da formação da terra. Em constante evolução, se adaptou a todos os ambientes e se integrou de forma plena a todos os ecossistemas. 

O grande problema nasce da fome insaciável deste inseto, que devora tudo por onde passa sem cessar, implacável, ele se insere em qualquer estrutura, da mais leve a mais pesada, sempre consumindo de dentro para fora. Essa forma de sobrevivência faz com que nenhum outro ser perceba sua proximidade ou o impeça. Então já é tarde. Toda a estrutura está comprometida e a vida para os outros seres fica impraticável.

Atualmente presente particularmente no Brasil, o C.Braziliensis surgiu do Cerrado brasileiro, consumindo tudo a sua frente para depois se espalhar para todas as regiões deste país, na mais bem sucedida trajetória do mundo animal. 

Sua capacidade de fazer reis e rainhas, e manter milhares de insetos que lhe fornecem suporte, somada as centenas de suas relações simbióticas com outras espécies inferiores, os tornou um perigo para a sobrevivência, inclusive da espécie humana. Visando sobreviver, corroendo e destruindo o meio ambiente que os rodeia, este cupim brasileiro cada vez mais tem sido estudado e em alguns cases positivos tem se relatado formas de eliminá-los, mesmo que temporariamente.

De acordo com os últimos estudos de renomados especialistas de apartamento, o C.Braziliensis está sendo classificado como o ser mais bem sucedido do planeta, antes mesmo das baratas. Para exterminá-los não bastam ações para acabar com o ninho ou a colônia. 

É preciso exterminá-los em sua totalidade. Desde os ovos, reis, rainhas, insetos colaboradores, entre muitos outros vermes e parasitas que os ajudam a sobreviver e deles dependem. Se deve cavar fundo dentro do cupinzeiro, pois se somente um destes indivíduos sobrar, acaba por dar origem a uma nova colônia.


Por isso, sempre é bom avisar que eles aí estão e causam um prejuízo inestimável ao Brasil.


Por Roberto Dezorzi









Comentários
0 Comentários
0 comentários to “Cupins Braziliensis”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

in-article

Mobile

addthis

Consorcio na Valenautico

Contato (13) 3821-6148

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Clique na imagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]