27 de abril de 2017

O cantor Victor Mendes apresenta ‘Nossa Ciranda’, primeiro disco solo em Iguape e Cananeia

,


O cantor Victor Mendes apresenta ‘Nossa Ciranda’, primeiro disco solo em Iguape e Cananeia
(Foto de Andreas Guimarães)
O compositor, instrumentista e cantor Victor Mendes apresenta ‘Nossa Ciranda’, primeiro disco solo em Iguape e Cananeia neste fim de semana Dias 29 e 30 de abril, sábado e domingo.

Em Iguape, dia 29, às 21h, no Casarão Cultural ( Rua XV de Novembro, 131 – Centro - atrás da Câmara Municipal)

Em Cananeia, dia 30, domingo às 20h, na Casa Caiçara ( Praça Martim Afonso de Sousa – Centro Histórico) – Antes do show, às 14h haverá Oficina de Música e Poesia com  a participação do Mestre Zé Pereira.






Victor Mendes é compositor, instrumentista e cantor e integra desde 2009, o grupoTrio José ao lado de Danilo Moura e Rodrigo Silva. Com o grupo, lançou em 2014 o disco Puisia, no qual musicou os poemas de Juca da Angélica, um dos principais nomes da poesia oral de Minas Gerais. Agora, investe em seu primeiro disco soloNossa Ciranda em que concilia a criação de melodias elaboradas e precisas, reflexo da formação em violão erudito e de influências como a MPB e a Bossa Nova, com a livre improvisação e a criação coletiva, comuns ao universo da música regional, folclórica e do jazz.

Em treze canções, quase todas feitas em parceria com Paulo Nunes, e arranjos elaborados coletivamente, Nossa Ciranda apresenta uma musicalidade com forte influência da música regional do Vale do Paraíba, lugar onde nasceu, e referências musicais como o jazz, samba, rock e a música latino-americana. A instrumentação acústica combinada às letras que falam da relação conflituosa com a metrópole são os elementos que constroem a paisagem sonora do disco.









Músicas como Rio Manso, que dialoga com o folk americano e a tradição caipira e A mais triste canção, que tem como tônica o encontro das referências regionais de Paulo Nunes e Saulo Alves, autores da canção, com a vida urbana em São Paulo exemplificam a união entre arranjos modernos e instrumentos da música regional brasileira, como a viola e a rabeca, evidenciando o forte diálogo entre a tradição e a inovação musical, presente em todo o disco.

Suas composições e interpretações apresentam uma gama variada de influências de músicos como Milton Nascimento, Gilberto Gil, Dércio Marques, Renato Teixeira, Almir Sater, Vitor Ramil, Jorge Drexler, Dori Caymmi e o rock americano dos anos 90.
Victor divide a concepção artística das faixas com os músicos convidados que contribuem e enriquecem a criação das canções com improvisações, abrindo mão do uso de arranjos pré-elaborados. O disco conta ainda com as participações especiais dos músicos Danilo Moura e Ricardo Vignini e das intérpretes Karine Telles, Paola Albano e Roberta Oliveira.

O projeto independente já ganhou o primeiro prêmio: o edital para a circulação deespetáculos de canção do ProAC 2016 (Programa de Ação Cultural, da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo), possibilitando dar início em meados de 2017 a turnê de lançamento do álbum Nossa Ciranda.

Victor Mendes nasceu em São José dos Campos e começou seus estudos de violão erudito aos onze anos, em 1998. É também graduado em História pela Universidade de São Paulo (USP).

Em 2007, começou a estudar viola caipira e entrou em contato com Saulo Alves (compositor) e Paulo Nunes (poeta e letrista), participando do disco Desaboio,lançado em 2014, cuja temática principal é a crise ambiental do cerrado. Em 2009, criou o grupo Trio José junto a Danilo Moura e Rodrigo Silva. Com o grupo, lançou o disco Puisia em 2014, musicando os poemas do poeta popular Juca da Angélica, um dos principais nomes da poesia oral de Minas Gerais.

Atualmente, além do lançamento do álbum Nossa Ciranda, Victor Mendes acompanha a cantora Karine Telles no show Canção amiga, é parceiro da cantora e compositora argentina Gaby Echevarria e desenvolve o projeto Sampaio 70 ao lado de Danilo Moura – um show em homenagem ao compositor capixaba Sérgio Sampaio.

CD Nossa Ciranda
Ficha técnica:
Direção Musical e produção: Victor Mendes
Gravação e Mixagem: Estúdio Bojo Elétrico – Ricardo Vignini (entre agosto de 2014 e julho de 2016)
Percussão das faixas 4, 6 e 9 gravadas no Estúdio BongÔMusics – Flávio Franco Araújo
Participações especiais de Danilo Moura, Karine Telles, Paola Albano, Ricardo Vignini e Roberta Oliveira.
Masterização: Estúdio Música Bacana – André Ferraz
Projeto Gráfico - Fotografia: Andreas Guimarães

Serviço:
Show ‘Nossa Ciranda’, de Victor Mendes
Capacidade: 60 pessoas nos dois locais
Grátis

Indicação de faixa etária – 14 anos
Duração – 90 minutos
Em Iguape, dia 29, às 21h, no Casarão Cultural (Rua XV de Novembro, 131 – Centro - atrás da Câmara Municipal)
Em Cananeia, dia 30, domingo às 20h, na Casa Caiçara ( Praça Martim Afonso de Sousa – Centro Histórico) – Antes do show, às 14h haverá Oficina de Música e Poesia com  a participação
do Mestre Zé Pereira ( inscrições no local com uma hora de antecedência)



Comentários
0 Comentários
0 comentários to “O cantor Victor Mendes apresenta ‘Nossa Ciranda’, primeiro disco solo em Iguape e Cananeia”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

in-article

Consorcio na Valenautico

Técnico de Informática

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Clique na imagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]