6 de março de 2017

Silicone: os perigos em nome da beleza

,
Silicone: os perigos em nome da beleza


Próteses não são brincadeira e precisam contar com a avaliação de um profissional capacitado

É muito comum em reportagens de TV ouvirmos por aí que uma mulher que desejava colocar silicone no bumbum ou nos seios, fez o procedimento e acabou pagando com a própria vida ou tendo uma consequência severa que permanecerá com ela até o fim da vida. Em alguns casos vemos coisas inacreditáveis, como, ao invés de silicone, os falsos médicos terem implantado cimento, azeite ou supercola. A verdade é quem pretende fazer algum implante de silicone, precisa estar atento!








Silicone: os perigos em nome da beleza
Arnaldo Korn, Diretor do Centro 
Aqui, o que vale é a ponderação antes de qualquer desejo. “Mulheres estão se submetendo a procedimentos e técnicas ilegais, e portanto, arriscados, para baratear os preços - preço baixo já é um motivo para desconfiança”, afirma Arnaldo Korn, Diretor do Centro Nacional – Cirurgia Plástica.. Há ainda aquelas que receberam a visita do médico em casa, que lhe injetou uma solução no local indicado. Não é preciso dizer que nestes casos todo o procedimento está errado.

Em busca da beleza, muitas delas acabam colocando a vida em risco. Por isso, é importante se consultar com um profissional especializado e ouvir dele todos os conselhos, tirar dúvidas e se preparar para a tão sonhada cirurgia. 

É importante saber todos os riscos que uma cirurgia deste tipo envolve, e não apenas dizer qual a quantidade de silicone que se quer colocar. Um médico sério irá avaliar o histórico de saúde, as condições do corpo, para então dizer a quantidade e o principal: marca e modelos ideias, que hoje são mais de 2 mil no mercado.

Também existem resultados que nem sempre vão agradar ao paciente. Resultados estes trazidos pela própria inserção do silicone, como nas mamas, por exemplo. Colocando a quantidade errada e qualidade da pele da paciente esteja comprometida, podem aparecer estrias e flacidez. Podem ocorrer abertura da incisão cirúrgica, rompimento da bolsa de silicone, perda de sensibilidade da mama, infecção, inchaço e dor.


A troca da prótese de silicone também é necessária de anos em anos e o paciente precisa avaliar bem se terá como arcar com todos os custos envolvidos neste processo. Hoje em dia, há quem esteja optando também pelas próteses salinas (mistura de sal e água) e a lipoenxertia, que nada mais é do que o implante de gordura corporal do próprio paciente. 

Para auxiliar em todos as etapas deste processo – financeiro, clínicas sérias e médicos especializados – o Centro Nacional – Cirurgia Plástica pode contribuir para tirar dúvidas, fazer o parcelamento da cirurgia e indicar os melhores profissionais do mercado. Para saber mais, acesse www.plasticaparcelada.com.br
Comentários
0 Comentários
0 comentários to “Silicone: os perigos em nome da beleza”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

in-article

Consorcio na Valenautico

Técnico de Informática

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Clique na imagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]