25 de fevereiro de 2017

Marchinhas do coração

,

Marchinhas do coração


Sei que existem as marchinhas preferidas do coração. São as do passado ou do presente, mas não é delas que quero falar, e, sim, do sofrido coração brasileiro.

O coração humano aguenta tudo, inclusive a alegria inconsequente, dita carnavalesca. Aliás, a ideia está deslocada nos dias de hoje. Está difícil imaginar alegria com tantas dificuldades na nossa vida cotidiana, respeitados os admiradores do belo e elogiado ritmo musical brasileiro. Aqui, quero apenas lembrar do coração – o motor da vida.









Sendo meu coração do tempo antigo – modelo 1942 – já com desgaste pelo uso contínuo, vem reclamando novos andamentos ou marchas. Nada grave como foi o descrito pelo Carlos Drummond de Andrade – coração modelo 1902 - quando resolveu substituir o seu original por um de plástico e isopor que, uma vez instalado no peito ( ele não explica como ) e desligado o original, tornou o nosso poeta insensível aos sofrimentos humanos. Quem quiser saber como ele resolveu a parada é só reler a crônica “Coração segundo”, da sua obra “70 historinhas” ( Ed. Record, 1994 ). E não foi com marchinhas, adianto.

Cá entre nós, quem reforçou nosso coração diante dos sofrimentos humanos foi um francês. Agiu também no coração, sem substituí-lo, entretanto. Procurou elevar nossa sensibilidade com um carnaval, mas sem cair na galhofa. Camille Saint-Saëns compôs a belíssima obra musical “Le Carnaval des Animaux” ( O carnaval dos animais ), em especial o seu lindo adágio “Le Cigne” (O Cisne). O compositor francês atende bem aos anseios de quem não despreza o ânimo salutar mas repensa a alegria inconsequente. Seus acordes atendem melhor a alma sofrida e cansada, quase exausta, do brasileiro. E lembra - a propósito - o carnaval de amor sensível do cisne nas águas do lago da vida...

O tema musical de “O Cisne” é um bom alento para os batuques do coração. É inspirador e oferece ao nosso espírito o repouso tão necessário, longe da agitação psíquica descompromissada que adentramos nessa época. Vale lembrar, hoje, que num momento político-econômico nacional extremamente crítico que vivemos impõe-se a ponderação responsável. Experimente ouvi-lo e comprove, seguindo o ritmo da sua própria sensibilidade. Seu coração agradecerá. O tema musical de “O Cisne” é um bom alento para os batuques do coração.

Com ou sem marchinhas...


Francisco Habermann é médico e professor da Faculdade de Medicina de Botucatu -SP - Unesp.
Comentários
0 Comentários
0 comentários to “Marchinhas do coração”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

addthis

Contato (13) 3821-6148

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Empregos no Japão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Google+

Site Registro-SP

Site Registro-SP
Cotação da Banana
Cotação da Banana
22 a 29 de maio

WhatsApp do Site

WhatsApp do Site
Autor
Facebook
Recomende-nos no Google

APP Notícias do Site

APP Notícias do Site

TV Ilha Comprida

TV Ilha Comprida

Receitas do Vale

Receitas do Vale

Sites Oficiais


Eventos Acer (RBBC)

Eventos Acer (RBBC)

Quadrinhos Registro da Colônia Japonesa

Quadrinhos Registro da Colônia Japonesa

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]