2 de fevereiro de 2017

A História do Miracatuense Violonista e Compositor Laurindo de Almeida

,

A História do Miracatuense Violonista e Compositor Laurindo de Almeida

Laurindo José de Araújo Almeida Nóbrega Neto nasceu em Miracatu, 02 de setembro de 1917, e faleceu em  Los Angeles, 26 de julho de 1995, foi um violonista e compositor brasileiro. 

Ao longo de sua carreira, Almeida recebeu 11 indicações ao Grammy Awards, vencendo em 5 ocasiões. O guitarrista ganhou um Oscar por compor a trilha sonora para o curta de animação "The Magic Pear Tree".

Laurindo de Almeida era filho do Sr. Benjamim de Almeida e D. Plácidina de Araújo Almeida, mudaram-se de Cananéia em 1914 para Miracatu (antiga Praínha) em virtude do trabalho que seria desempenhado por Benjamim: primeiro chefe da estação ferroviária de Praínha.

Nesta mesma estação nasceu em 1917, precisamente no dia 02 de setembro de 1917, às 21h15min o músico.

Quando Laurindo nasceu, Miracatu chamava-se Praínha e teve seu nome alterado em virtude da existência de outra cidade no país com o mesmo nome.

Miracatu é nome de origem tupi guarani e significa ”Terra de Gente Boa”.

A casa da estação, onde nasceu, ficava distante do vilarejo existindo apenas nas proximidades duas outras casas. A Vila não era muito diferente da estação, com poucos habitantes e sem oferecer grandes perspectivas de estudo, lazer e evolução profissional o destino de nossa gente era migrar para regiões mais prósperas para que pudessem obter uma melhor escolarização e para poderem obter uma profissionalização.
Desta forma, Santos tornava-se muito mais próxima para aqueles que quisessem ir rumo ao planalto paulista em busca de melhores condições de vida.

Somente com a imigração japonesa na região aliado ao trabalho dos filhos da cidade esse quadro foi de certa maneira alterado trazendo algumas oportunidades aos que nasceram nessa terra, embora a prática de migração ainda seja constante em todo o Vale do Ribeira.


Laurindo de Almeida foi um homem que marcou significativamente a música americana através do talento e disciplina de um músico versátil e criativo.


O violonista e compositor Laurindo Almeida nasceu na pequena cidade litorânea "Prainha", hoje Miracatu, no Vale do Ribeira, no Estado de São Paulo. Vinha de uma família grande e com formação musical: seu pai, ferroviário, era um apaixonado seresteiro e sua mãe, de cujos 15 filhos morreram oito, era uma pianista amadora.








Iniciou-se com as primeiras noções musicais de sua mãe e aprendendo a tocar o violão com sua irmã Maria. Em 1935, já habilidoso, mudou-se para Santos e, depois, para o Rio.

Sozinho e sem dinheiro, chegou a dormir em banco de praça, tendo passado semanas à base de café com leite e pão e manteiga.

Começou sua carreira em 1936 tocando a bordo de um navio de cruzeiro e, no final dos anos 30, foi trabalhar na Rádio Mayrink Veiga, levado pelo radialista César Ladeira, tendo inclusive formado um duo com o lendário Garoto e atuado ao lado de artistas como Heitor Villa-Lobos, Radamés Gnattali, e Pixinguinha. Em 1947 fez parte da orquestra de Carmen Miranda.

A partir de 1950, estabeleceu-se em Los Angeles e passou ser um requisitado músico de estúdio e tornando-se conhecido como violonista da orquestra de Stan Kenton, gravando muitos discos.

Talvez como nenhum outro artista, Laurindo contribuiu para a difusão sistemática da bossa nova nos EUA. Comenta-se mesmo que suas gravações de 1953 com o saxofonista Bud Shank antecipam em vários anos, do ponto de vista musical, o aparecimento da bossa nova.

Nos anos 1963-1964, Laurindo participou do Modern Jazz Quartet. Ele ganhou seis Prêmios Grammy, além de uma série de outros prêmios da indústria fonográfica e cinematográfica, e compôs e fez arranjos para 800 produções, incluindo filmes dos grandes estúdios de Hollywood.

Ele toca bandolim em O Poderoso Chefão, de 1972, e alaúde em Os Dez Mandamentos, de 1956, tendo sua última participação em filmes em Os Imperdoáveis, dirigido por Clint Eastwood, de 1992. Também fez arranjos para a série Bonanza e Além da Imaginação.

Faleceu em 26 de julho de 1995 aos 77 anos. Foi sepultado em San Fernando Mission Cemetery, Condado de Los Angeles, Califórnia no Estados Unidos.


  • Saudade que passaInspiração (1938)
  • Dá-me tuas mãos/Música maestro por favor (1939)
  • De papo pro áSaudades de Matão (1940)
  • Buliçoso/Pandeiro manhoso (1946)
  • Concert creation for guitar (1949)
  • Braziliance (1950)
  • Guitar concert (1950)
  • Sueños (1951)
  • Brazilliance Vol.1. Bud Shank & Laurindo Almeida Quartet (1954)
  • Laurindo Almeida Quartet featuring Bud Shank Vol.1+2 (1954)
  • Goodbye, my lady (1956)
  • Guitar Music in Latin American (1956)
  • Escape from San Quentin (1957)
  • Delightfully modern (1957) Jazztone Society
  • Duets with Spanish Guitar. Salli Terri & Martin Ruderman (1957)
  • Flamenco fire (1957)
  • Maracaibo (1958)
  • The old man and the sea (1958)
  • Brazilliance Vol. 2. Bud Shank & Laurindo Almeida Quartet (1959)
  • Brazilliance Vol.3. Bud Shank & Laurindo Almeida Quartet (1959)
  • Cry tough (1959)
  • The Spanish guitar of Laurindo Almeida (1960)
  • Conversations with the guitar (1960)
  • Flight (1961)
  • The guitar worlds of Laurindo Almeida (1961)
  • Viva Bossa Nova! (1962)
  • Ole! Bossa Nova! (1962)
  • Reverie for Spanish guitars (1962)
  • Discantus (1962)
  • Softly, the Brazilian sound. Joanie Sommers (1962)
  • It's a bossa nova world (1963)
  • Guitar music from Ipanema (1964)
  • Collaboration. Modern Jazz Quartet (1964)
  • Broadway solo guitar (1964)
  • Guitar from Ipanema (1964)
  • Stan Getz with guest artist Laurindo Almeida. Stan Getz (1966)
  • The magic pear tree (1970)
  • The art of Laurindo Almeida. Deltra Eamon (1970)
  • Background blues and green. Ray Brown (1971)
  • Intermezzo. Deltra Eamon (1972)
  • Jazz origin (1973) Brazilliance
  • The L.A. 4 scores. L.A. 4 (1974)
  • Concierto de Aranjuez. L.A. 4 (1975)
  • Guitar player (1976)
  • Watch what happens. L.A. 4 (1978)
  • Just friends. L.A. 4 (1978)
  • Concerto de Aranjuez (1978)
  • Chamber Jazz (1979)
  • First concerto for guitar orchestra (1979)
  • Live at Montreux-Summer 1979. L.A. 4 live (1979)
  • First concerto for guitar & orchestra (1980)
  • Zaca. L.A. 4 (1980)
  • Montage. L.A. 4 (1981)
  • Brazilian soul. Charlie Byrd (1981)
  • Executive suite. L.A. 4 (1983)
  • Latin Odyssey (1983)
  • Artistry in rhythm. Laurindo Almeida Trio (1984)
  • Tango. Charlie Byrd (1985)
  • Music of the Brazilian masters. Carlos Barbosa-Lima & Charlie Byrd (1989)
  • Jazz (1989)
  • Music of the brazilian masters (1989)
  • Virtuoso guitar (1990) Laserlight
  • Brazilliance Vol.2 (1991) World Pacific
  • Concertos for guitar. Radamés Gnattali (1992)
  • Baa-too-kee. Bud Shank. Sarabandas-Giants of Jazz (1992)
  • Triple treat (1992)
  • Outra Vez - live (1992)
  • Dance the bossa nova. Saludos Amigo (1994)
  • Praise every morning. Deltra Eamon (1996)
  • Brazilian reflections. Deltra Eamon (1996)
  • Best of Laurindo Almeida & the Bossa-Nova All Stars (1996)
  • The guitar artistry of Laurindo Almeida (1997)
  • The Jazz heritage series (1998)
Fontes:

Fonte: Wikipédia
Comentários
0 Comentários
0 comentários to “A História do Miracatuense Violonista e Compositor Laurindo de Almeida”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

in-article

Mobile

addthis

Consorcio na Valenautico

Contato (13) 3821-6148

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Clique na imagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]