14 de dezembro de 2016

Frida Kahlo – Calor e Frio, e a Intervenção Urbana Histórias Invisíveis nas Ruas, da Estelar de Teatro, 17 e 18/12 em Registro-SP

,

Frida Kahlo – Calor e Frio, e a Intervenção Urbana Histórias Invisíveis nas Ruas, da Estelar de Teatro, 17 e 18/12 em Registro-SP


Frida Kahlo – Calor e Frio, e a Intervenção Urbana Histórias Invisíveis nas Ruas, da Estelar de Teatro, vêm para Registro dias 17-12 e 18-12 pelo Proac, da Secretaria de Estado da Cultura, com apoio do SESC.
A peça Frida Kahlo- Calor e Frio já esteve no México, Alemanha, Chile e Itália e agora vem pro CEU das Artes, no  Jardim Marek, gratuitamente.

A Estelar de Teatro vai propor um diálogo com a cidade de Registro-SP, dias 17 e 18 de dezembro, através de encontros artísticos-pedagógicos, intervenção urbana “Histórias Invisíveis nas Ruas”, reunindo atores e músicos da companhia e cidadãs interessadas e , especialmente, através da peça Frida Kahlo- Calor e Frio. 










Todas as ações serão gratuitas. O espetáculo tem uma rica trajetória nacional e internacional: esteve na própria casa que foi da pintora mexicana, no Museu Casa Frida Kahlo, na Cidade do México; esteve ainda em Berlim; participou de festivais na Itália ( foi a primeira peça brasileira autoral a participar do FLIPT, Festival Laboratório Intercultural de Práticas Teatrais, ligado ao ISTA de Eugenio Barba) e também no Chile. Além de ter cumprido várias temporadas de sucesso em São Paulo.

Frida Kahlo- calor e Frio é uma cartografia antropofágica unindo o México de Diego Rivera e Frida Kahlo ao Matriarcado de Pindorama de Oswald de Andrade, apresentando questões sobre a identidade latino americana e a valorização de um imaginário feminino e mestiço. 

É ainda uma evocação de artistas fundamentais na construção do pensamento artístico do século XX - Eisenstein, Artaud, Maiakovski, Tina Modotti que se reuniram no México no inicio do século XX, uma história pouco conhecida da maioria dos brasileiros- para uma celebração cênica. 

A obra de Frida e suas reconfigurações de si mesmo através das criações artísticas e as relações com os grandes mitos do feminino, a morte e o renascimento - tão presentes na cultura ameríndia - são temas fundamentais do espetáculo.

Além da apresentação da peça, a companhia convida mulheres interessadas a  participar, diretamente, junto com os artistas, de uma intervenção urbana nos arredores do Centro da Juventude Gabi Bertelli, “Histórias Invisíveis nas Ruas”, que pretende promover a voz feminina nas ruas da cidade. A intervenção  urbana será resultado final de uma oficina que a Estelar de Teatro vai ministrar no Centro das 13h30 às 17h30, voltada exclusivamente para mulheres com ou sem experiência teatral. 

Através de procedimentos de teatro, dança e música, o grupo vai compartilhar um pouco de sua pesquisa de linguagem. E estimular as mulheres a contarem suas próprias histórias, que serão trabalhadas e levadas às ruas. 

O objetivo é estimular o empoderamento feminino, um dos focos da Estelar de Teatro há mais de 10 anos e estimular que pessoas que não são necessariamente artistas se experimentem criativamente, bem como promover um diálogo com a cidade de Registro e seus habitantes.

Serviço – Todas as ações acontecem gratuitamente
17-12 - Oficina Histórias Invisíveis das 13h30 às 17h30
17-12 - Intervenção urbana 18h
18-12- Frida Kahlo- Calor e Frio no SESC Registro, às 18h

Frida Kahlo- calor e frio  - sinopse
A história de Frida Kahlo recriada a partir de suas obras. Através de um teatro que dialoga com as artes performativas, a música, a dança, a poesia, as artes visuais e a festa, a peça evoca o universo da pintora a partir de seu amor, liberdade, humor e potência de vida, bem como da natureza visionária do casal Diego-Frida, sonhando uma América poderosa, inspirada pela arte pré-colombiana e em apaixonado devir.

Ficha técnica
Frida Kahlo- Calor e Frio 
Texto : Viviane Dias 
Direção : Ismar Rachmann 
Direção Musical: Maurício Maas. 
Com: Estelar de Teatro: Anderson Negreiro, Lucia Soledad Spívak, Ismar Rachmann, Viviane Dias, Gabriel Moreira (músico), Rodrigo Kohle (músico).
Músico convidado: Alan Gonçalves.
Figurinos: Sandra Lessa, Marcelo Denny e Hugo Cabral.
Iluminação: Carolina Pinzan
Operação de luz: Igor Bueno
Cenário: Estelar de Teatro
Outras informações sobre a peça

Desde a concepção do texto, uma obra aberta - que pressupõe a participação ativa da poética do público na fruição da peça - em que os elementos dramáticos misturam-se aos narrativos e líricos, à presença da dança, da música e das artes visuais e da festa na escrita de cena, buscamos um trabalho que, sem abrir mão de uma comunicação empática e direta com o público, dialogue com questões contemporâneas, tanto na forma como no conteúdo. 

A música ao vivo e a encenação, que coloca o público como que dentro de um cabaré, vem favorecendo uma excelente comunicação com a plateia de várias cidades brasileiras e estrangeiras, que espontaneamente escreveu vários depoimentos sobre a peça e sua repercussão na página da Estelar de Teatro, em rede. (https://www.facebook.com/estelardeteatro?fref=ts)

Frida Kahlo-calor e frio foi gestado durante dois anos, por nove artistas.  Uma vez pronta e em circulação, a peça acumulou uma série de reconhecimentos ao longo de sua trajetória (além dos já citados): ganhou o PROAC 2016, um Prêmio de Difusão e Circulação da USP e o Iberescena; foi convidado para ser apresentado em colóquio de artistas e pesquisadores teatrais em Berlim, no exigente centro de Estudos Teatrais de Jurij Alschitz (o AKT Zent); se apresentou em universidades (ESAY) e teatros mexicanos (Tapanco) e foi realizada até no Museu Frida Kahlo, na Cidade do México, a convite da UNAM. 

Foi selecionado ainda pelo Santiago OFF e se apresentou no Chile, circulou pelo Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba; circulou pelo Circuito TUSP de Teatro, no interior de São Paulo; se apresentou no TUSP de São Paulo (2015), no Museu da Diversidade e Metrô República juntamente com intervenção urbana no Largo do Arouche. Em São Paulo, manteve temporadas lotadas, graças ao boca a boca em teatros de um circuito não comercial como o Viga, o Heleny Guariba e o Casarão do SESC Ipiranga. Agora pretendemos,, através deste projeto, contemplado pelo PROAC Editais, levar o trabalho a novos públicos.

Informamos ainda que todo o processo de pesquisa da peça e circulações internacionais geraram uma dissertação de mestrado na ECA-USP e um livro Frida Kahlo- Calor e Frio: um caminho para a palavra performativa, Ed. Giostri, 2016, que estará à venda na cidade (R$ 40,00).

Histórico da companhia resumido

A Estelar de Teatro é uma companhia que existe desde 2006 e acumula prêmios e reconhecimentos dentro e fora do país.

Além de trabalho continuado em pesquisa e criação teatral, a companhia realizou uma série de residências artísticas internacionais em teatros como o Potlach ( braço do Odin) e  o próprio Odin  Teatret , bem como apresentações de seu trabalho no Brasil e exterior. Destacam-se ainda na trajetória da Estelar influência do trabalho com o diretor e pedagogo russo Jurij Alschitz.

Peças encenadas:

Caim, de Viviane Dias, direção Ismar Rachmann, estreia no SESC Consolação; apresentações em várias cidades e no Espaço Redimunho de Teatro.
Mestres do Jogo, de Viviane Dias, direção Ismar Rachmann, estreia no SESC Consolação, e no teatro Comunne.
Alice, de Viviane Dias, direção Ismar Rachmann, em cartaz no SESC Consolação, nos Satyros e teatro Julia Bergamn.

Work in progress com abertura ao público:
-Frida Kahlo – calor e frio nas Satyrianas 2013;
-Frida Kahlo – calor e frio – segunda abertura de processo no Centro Cultural Rio Verde, em abril de 2013, reunindo 200 pessoas.
-Frida Kahlo- calor e frio – primeira abertura no teatro da Oficina Cultural Oswald de Andrade, em janeiro de 2013. Em 2014, Frida Kahlo- calor e frio se apresentou em Berlim e no México. Em 2015, no Chile (Santiago OFF) e na Itália (Festival Laboratório de Praticas Interculturais), ligado ao ISTA, de Eugenio Barba.

Destacamos ainda que a atividade pedagógica faz parte de nossa investigação ( muitos dos membros da Estelar de Teatro tem mestrado na área de pedagogia teatral ou mestrados correlatos).

Assim, a Estelar já realizou oficinas sobre sua investigação de linguagem em várias cidades do Estado de São Paulo e em países da Europa e América em que busca compartilhar também os frutos digeridos de uma serie de contatos com encenadores contemporâneos. Ministramos oficinas e cursos nas áreas de trabalho de ator, treinamento, pesquisa de linguagem contemporânea, narratividades a partir de histórias de vida , dramaturgia e direção e os pontos de mudança energéticos de um trabalho.

Contatos: Viviane Dias 11 998519094 e Ismar Rachmann 11 965473179


Comentários
0 Comentários
0 comentários to “Frida Kahlo – Calor e Frio, e a Intervenção Urbana Histórias Invisíveis nas Ruas, da Estelar de Teatro, 17 e 18/12 em Registro-SP”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

in-article

Mobile

addthis

Contato (13) 3821-6148

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Clique na imagem

Empregos no Japão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]