27 de setembro de 2016

SP premia hospitais de referência na área de transplantes

,

SP premia hospitais de referência na área de transplantes

Premiação destaca unidades particulares e públicas que mais se destacaram na captação, notificação e realização de transplantes entre agosto de 2015 e agosto de 2016

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo realiza nesta terça-feira, dia 27 de setembro, no Hospital de Transplantes do Estado de São Paulo, a entrega do prêmio “Destaque – Transplante e Captação de Órgãos 2016”, destinado aos hospitais e equipes que mais se destacaram na captação, notificação e realização de transplantes entre agosto de 2015 e agosto de 2016.

Dividido nas categorias de transplantes realizados, melhor Organização de Procura de Órgãos e melhor comissão intra-hospitalar, o prêmio foi concedido, no total, a nove hospitais, públicos e privados, localizados na capital e no interior do Estado.

Na categoria transplantes de órgãos feitos em hospitais da capital, o Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP recebe premiação tanto por transplantes de coração adulto (41) como infantil (14) e por transplante de pulmão (36).

Já o Hospital do Rim e da Hipertensão, associado à Escola Paulista de Medicina, recebe o prêmio por transplante de rim (681), na capital. No interior, o prêmio por transplante de rim foi concedido ao Hospital das Clínicas da Unicamp (125).

O Hospital do Rim também recebe premiação por transplante conjugado de pâncreas e rim (13) e o HC de Campinas também foi premiado pelo número de transplantes de fígados realizados (54). Na capital, na mesma categoria, o prêmio ficou para o Hospital Albert Einstein (107).

Por transplante de córneas, o Banco de Olhos de Sorocaba recebe a premiação por ter realizado 2.035 procedimentos pela regional 1 da Central de Transplantes.  Pela Regional 2, o Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto foi o destaque, com 131 transplantes do tecido.

A premiação também contempla as Organizações de Procura de Órgãos (OPOs). A do Hospital São Paulo foi destaque na capital por ter conseguido, nos hospitais da região onde atua, 135 doadores viáveis (que tiveram pelo menos um órgão usado em transplante). No interior o prêmio foi para o Campinas, por seus 95 doadores viáveis.

“Hoje, temos dez OPOs (Organizações de Procura de Órgãos) no Estado a fim de captar órgãos e tecidos, mas, por vezes, por falta de diálogos sobre o assunto, a família não autoriza a doação. É muito importante que, em vida, as pessoas deixem seus familiares cientes do desejo de doar seus órgãos após a morte”, diz David Uip, secretário de Estado da Saúde de São Paulo.

Já na categoria de melhor comissão intra-hospitalar de transplantes, que, paralelemente ao trabalho das OPOs, busca captar doadores internamente nos serviços, o destaque ficou para o Hospital Regional de Osasco e para o Hospital Regional de Presidente Prudente, ambos unidades da Secretaria de Estado da Saúde. Foram viabilizados, pelas comissões, respectivamente, 25 e 19 doadores.

Também foram premiados por seus bancos de tecido ocular humano, o Banco de Olhos de Sorocaba e o Banco de Córneas do HC de Ribeirão.

Setembro Verde
Em comemoração ao Dia Nacional de Doação de Orgãos e Tecidos (27 de setembro) e em alusão à campanha nacional denominada “Setembro Verde”, de conscientização sobre a importância da doação de órgãos, o prédio sede da Secretaria de Estado da Saúde foi iluminado, na cor verde para lembrar a importância da doação de órgãos e tecidos.

“São Paulo é responsável, hoje, por 40% do total de transplantes do país, mas ainda há muito por se fazer e a conscientização da importância da doação de órgãos e tecidos é primordial para reduzirmos o tempo de espera por uma nova chance de vida”, reforça Uip.

Atualmente, a doação de órgãos deve ser consentida. Portanto não vigora mais a lei que só considerava efetivamente doadores aqueles que tivessem no RG ou na Carteira Nacional de Habilitação a inscrição “Doador de Órgãos e Tecidos”. Hoje quem autoriza a doação são os familiares com até o segundo grau de parentesco.

Até o fim do mês de agosto foram realizados no Estado 5.065 transplantes de órgãos e tecidos, sendo 86 de coração, 337 de fígado e 68 de pulmão, 42 de pâncreas, 1.010 de rim e 3.522 de córneas.

Em todo o ano de 2015, foram realizados no Estado 7.088 transplantes de órgãos e tecidos.

Conscientização

O Hospital de Transplantes Euryclides de Jesus Zerbini  do Estado de São Paulo, unidade da Secretaria de Estado da Saúde administrada em parceria com a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), deu início na última sexta-feira, 23 de setembro, à Semana de Conscientização da Doação de Órgãos, que segue até o dia 30.

A semana contará com uma campanha de conscientização online, além de ação no próprio hospital. Até a próxima sexta-feira, a fanpage da unidade no Facebook (www.facebook.com/hospitaldetransplantes) divulgará teasers explicativos, gravados com profissionais da instituição, incentivando a doação de órgãos. Além disso,  foi programada para o dia 27 a divulgação de um vídeo com depoimentos de pacientes transplantados na unidade, demonstrando a importância do doação e do transplante de órgãos.

Por fim, haverá no hospital uma placa, ao estilo de uma moldura de fotografia, com a hashtag #EuSouDoador, com a qual pacientes, funcionários e visitantes poderão registrar uma foto, mostrando que apoiam a doação e incentivando o compartilhamento da campanha online.

Já o Hospital das Cínicas da Faculdade de Medicina da USP promove, nesta terça-feira (27) campanha em alusão ao Dia do Doador de Órgãos e Tecidos. Durante a ação, pacientes na lista de espera de um transplante e transplantados de fígado irão distribuir material educativo para maior conscientização do público sobre a importância de doar órgãos.

Médicos assistentes e residentes também irão esclarecer dúvidas sobre a importância da doação para a sobrevida de doentes que dependem de transplantes. A campanha acontecerá, das 9h às 16h, em frente ao Prédio dos Ambulatórios do HC, na Av. Enéas de Carvalho Aguiar, 155, próximo à Estação do Metrô Clínicas.

A iniciativa é da Divisão de Transplantes de Fígado e Órgãos do Aparelho Digestivo e da Divisão de Gastroenterologia e Hepatologia Clínica do HC-FMUSP. São parceiros da campanha a OPO - Organização e Procura de Órgãos do HC e a ONG Viva Transplante.

Em 2015, o Instituto Central do Hospital das Clínicas da FMUSP realizou 511 transplantes, sendo 195 de rim, 120 de medula óssea, 96 de fígado, 93 de córnea e sete de pâncreas.

Comentários
0 Comentários
0 comentários to “SP premia hospitais de referência na área de transplantes”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

addthis

Contato (13) 3821-6148

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Empregos no Japão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Google+

Site Registro-SP

Site Registro-SP
Cotação da Banana
Cotação da Banana
22 a 29 de maio

WhatsApp do Site

WhatsApp do Site
Autor
Facebook
Recomende-nos no Google

APP Notícias do Site

APP Notícias do Site

TV Ilha Comprida

TV Ilha Comprida

Receitas do Vale

Receitas do Vale

Sites Oficiais


Eventos Acer (RBBC)

Eventos Acer (RBBC)

Quadrinhos Registro da Colônia Japonesa

Quadrinhos Registro da Colônia Japonesa

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]