17 de junho de 2016

Oficinas de culinária tradicional resgatam antigas receitas caiçaras

,
Oficinas de culinária tradicional resgatam antigas receitas caiçaras


Oficinas de culinária tradicional, oferecidas gratuitamente pela Associação dos Artesãos e Produtores Caseiros – (AAPCI), visam resgatar as antigas receitas tradicionais que há muito tempo não vemos mais em nossas mesas e transmitir às pessoas da comunidade como elas podem usar e aproveitar os produtos da terra na produção de doces e compotas, pães e bolos e outras receitas da culinária caiçara.

Oficinas de culinária tradicional resgatam antigas receitas caiçaras


                                                                                                
Oficina de doces e compotas Iniciada no começo de junho, a Oficina de doces e compotas, ministrada por Marli Yukiko Matsuo Nishidate, faz parte das Oficinas de Transmissão de Saber do projeto Gerando renda, motivando cidadãos.

Marli Nishidate é artesã e co-fundadora da AAPCI. Ela conta que adquiriu o gosto pela culinária desde muito cedo com a sua mãe. Depois de fazer vários cursos de capacitação na área, trabalha há mais ou menos quatro anos na produção de pães, doces, conservas e geleias com frutas da Mata Atlântica.

A oficina acontece aos sábados em dois horários, uma turma das 9 às 11 horas e outra das 11 às 13 horas no Programa  “Escola da Família” no Colégio José Muniz Teixeira no bairro do Rocio. “As turmas são de dez pessoas por turma, é aberta ao público e ainda há vagas. A oficina começou no dia 4 e vai até o dia 25 de junho, num total de quatro semanas”, explica Marli.  “ Esta oficina é mais de geleias e doces. Inicialmente, eu estou ensinando como fazer geleias utilizando frutas da região, típicas da Mata Atlântica. As frutas que estou usando no momento são mais o maracujá, a goiaba, a cajá-manga; frutas mais fáceis de encontrar. Eu procuro ensinar a não usar conservantes e de preferência trabalhar com produtos orgânicos quando der”, diz. “A primeira aula, foi muito produtiva e as participantes demonstraram muito interesse em aprender. Algumas até já definiram seus objetivos e pretendem trabalhar com doces e empreender com algum comércio de doces,” fala. “As turmas são compostas de mulheres de idades variadas, desde adolescentes até senhoras de mais idade, aposentadas, que querem incrementar a sua renda ou mesmo conhecer algo novo. Eu vejo uma boa perspectiva de resultado, pois algumas alunas realmente pretendem dar continuidade ao aprendizado e começar a trabalhar com isto”, finaliza Marli.

No mês de agosto, a oficina recomeça com novas turmas no mesmo formato.

Além da oficina de doces e compotas, iniciada no primeiro sábado de junho, dentro dos próximos meses vão acontecer, também, as oficinas de pães, bolos e biscoitos e de pratos tradicionais da culinária caiçara.


Pães, bolos e bolachas – duração de 2 meses – na sede da Biblioteca do Icapara “Reencontro irmã Gianna Rosa Parodi”.
A oficina será nos meses de outubro e novembro de 2016, na comunidade do Icapara e as inscrições estarão abertas a partir do início de setembro.

Receitas de pratos tradicionais caiçaras– duração de 2 meses – No CRAS do Rocio.
A oficina já encontra-se com as inscrições abertas e os interessados devem procurar o Mercado de Artesanato e Cultura.

Inscrições e informações:
Os interessados em participar das palestras e oficinas do projeto Gerando renda, motivando cidadãos, podem entrar em contato pessoalmente ou pelo telefone (13) 3841-1006, no Mercado de Artesanato e Cultura. As inscrições são gratuitas, mas limitadas.

O projeto Gerando renda, motivando cidadãos, é coordenado e executado pela Associação de Artesãos e Produtores Caseiros de Iguape (AAPCI), sob o patrocínio da Petrobras.

A Petrobras, por meio do PPSA, patrocina 13 projetos sociais do litoral paulista, incluindo o Vale do Ribeira. O investimento é de R$ 3,8 milhões, no período de dois anos, para iniciativas dos municípios de Iguape, Ubatuba, Cananéia, Ilhabela, Peruíbe, Bertioga, Caraguatatuba, São Sebastião, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Praia Grande, Santos e São Vicente. No estado de São Paulo, a seleção pública contemplou 32 projetos socioambientais de 26 cidades paulistas, somando R$ 9,2 milhões em investimentos.


Eliana Rocha

Assessoria de comunicação
Comentários
0 Comentários
0 comentários to “Oficinas de culinária tradicional resgatam antigas receitas caiçaras”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

in-article

Mobile

addthis

Consorcio na Valenautico

Curso de Manicure e Pedicure

Contato (13) 3821-6148

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Clique na imagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]