17 de junho de 2016

Oficinas de culinária tradicional resgatam antigas receitas caiçaras

,
Oficinas de culinária tradicional resgatam antigas receitas caiçaras


Oficinas de culinária tradicional, oferecidas gratuitamente pela Associação dos Artesãos e Produtores Caseiros – (AAPCI), visam resgatar as antigas receitas tradicionais que há muito tempo não vemos mais em nossas mesas e transmitir às pessoas da comunidade como elas podem usar e aproveitar os produtos da terra na produção de doces e compotas, pães e bolos e outras receitas da culinária caiçara.

Oficinas de culinária tradicional resgatam antigas receitas caiçaras


                                                                                                
Oficina de doces e compotas Iniciada no começo de junho, a Oficina de doces e compotas, ministrada por Marli Yukiko Matsuo Nishidate, faz parte das Oficinas de Transmissão de Saber do projeto Gerando renda, motivando cidadãos.

Marli Nishidate é artesã e co-fundadora da AAPCI. Ela conta que adquiriu o gosto pela culinária desde muito cedo com a sua mãe. Depois de fazer vários cursos de capacitação na área, trabalha há mais ou menos quatro anos na produção de pães, doces, conservas e geleias com frutas da Mata Atlântica.

A oficina acontece aos sábados em dois horários, uma turma das 9 às 11 horas e outra das 11 às 13 horas no Programa  “Escola da Família” no Colégio José Muniz Teixeira no bairro do Rocio. “As turmas são de dez pessoas por turma, é aberta ao público e ainda há vagas. A oficina começou no dia 4 e vai até o dia 25 de junho, num total de quatro semanas”, explica Marli.  “ Esta oficina é mais de geleias e doces. Inicialmente, eu estou ensinando como fazer geleias utilizando frutas da região, típicas da Mata Atlântica. As frutas que estou usando no momento são mais o maracujá, a goiaba, a cajá-manga; frutas mais fáceis de encontrar. Eu procuro ensinar a não usar conservantes e de preferência trabalhar com produtos orgânicos quando der”, diz. “A primeira aula, foi muito produtiva e as participantes demonstraram muito interesse em aprender. Algumas até já definiram seus objetivos e pretendem trabalhar com doces e empreender com algum comércio de doces,” fala. “As turmas são compostas de mulheres de idades variadas, desde adolescentes até senhoras de mais idade, aposentadas, que querem incrementar a sua renda ou mesmo conhecer algo novo. Eu vejo uma boa perspectiva de resultado, pois algumas alunas realmente pretendem dar continuidade ao aprendizado e começar a trabalhar com isto”, finaliza Marli.

No mês de agosto, a oficina recomeça com novas turmas no mesmo formato.

Além da oficina de doces e compotas, iniciada no primeiro sábado de junho, dentro dos próximos meses vão acontecer, também, as oficinas de pães, bolos e biscoitos e de pratos tradicionais da culinária caiçara.


Pães, bolos e bolachas – duração de 2 meses – na sede da Biblioteca do Icapara “Reencontro irmã Gianna Rosa Parodi”.
A oficina será nos meses de outubro e novembro de 2016, na comunidade do Icapara e as inscrições estarão abertas a partir do início de setembro.

Receitas de pratos tradicionais caiçaras– duração de 2 meses – No CRAS do Rocio.
A oficina já encontra-se com as inscrições abertas e os interessados devem procurar o Mercado de Artesanato e Cultura.

Inscrições e informações:
Os interessados em participar das palestras e oficinas do projeto Gerando renda, motivando cidadãos, podem entrar em contato pessoalmente ou pelo telefone (13) 3841-1006, no Mercado de Artesanato e Cultura. As inscrições são gratuitas, mas limitadas.

O projeto Gerando renda, motivando cidadãos, é coordenado e executado pela Associação de Artesãos e Produtores Caseiros de Iguape (AAPCI), sob o patrocínio da Petrobras.

A Petrobras, por meio do PPSA, patrocina 13 projetos sociais do litoral paulista, incluindo o Vale do Ribeira. O investimento é de R$ 3,8 milhões, no período de dois anos, para iniciativas dos municípios de Iguape, Ubatuba, Cananéia, Ilhabela, Peruíbe, Bertioga, Caraguatatuba, São Sebastião, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Praia Grande, Santos e São Vicente. No estado de São Paulo, a seleção pública contemplou 32 projetos socioambientais de 26 cidades paulistas, somando R$ 9,2 milhões em investimentos.


Eliana Rocha

Assessoria de comunicação
Comentários
0 Comentários
0 comentários to “Oficinas de culinária tradicional resgatam antigas receitas caiçaras”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

addthis

Contato (13) 3821-6148

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Empregos no Japão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Google+

Site Registro-SP

Site Registro-SP
Cotação da Banana
Cotação da Banana
22 a 29 de maio

WhatsApp do Site

WhatsApp do Site
Autor
Facebook
Recomende-nos no Google

APP Notícias do Site

APP Notícias do Site

TV Ilha Comprida

TV Ilha Comprida

Receitas do Vale

Receitas do Vale

Sites Oficiais


Eventos Acer (RBBC)

Eventos Acer (RBBC)

Quadrinhos Registro da Colônia Japonesa

Quadrinhos Registro da Colônia Japonesa

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]