20 de junho de 2016

Mãos à obra

,


Paulo Skaf Presidente Sebrae-SP

O mês de abril foi o pior, em termos de faturamento, para os pequenos negócios paulistas, só perdendo para abril de 2009, quando a economia brasileira sofria os efeitos da ‘marolinha’ da crise econômica mundial. Foram quase R$ 7 bilhões a menos.

Mesmo em meio a esta tempestade - afinal já são 15 meses consecutivos de perda de receita, consequência dos efeitos perversos do descontrole na condução da política econômica - os empresários demonstravam relativo otimismo. No final de maio, 34% esperavam a retomada do crescimento da economia. Em maio de 2015, apenas 15% apostavam nisto.

Tais resultados me deixam satisfeito, mas não surpreso. Há muito venho insistindo que o retorno da credibilidade é ingrediente fundamental para volta do crescimento. Como disse recentemente em audiência com o presidente da República em exercício, no Palácio do Planalto, com outras 200 lideranças, os empresários vão trabalhar dia e noite, sábados, domingos e feriados para ajudar fazer a roda da economia voltar a girar na direção do crescimento. Só que é preciso dar sinais claros que as mudanças de condução da economia são efetivas. É a lei da reciprocidade.

Nesse encontro levei cinco pontos que podem demostrar que agora é pra valer: não aumento dos impostos, redução de juros, destravamento do crédito, desengessamento dos investimentos em infraestrutura e o estímulo à exportação. São medidas que não dependem de aprovações e sim de decisões, e podem gerar a retomada do crescimento já nos próximos trimestres.

Esses pilares podem ser fortalecidos ainda com a aprovação, no Senado Federal, da ampliação do Supersimples, prevista para 21 de junho. Entre as principais mudanças está a elevação do teto para inclusão no programa, passando dos atuais R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões (para pequenos negócios) e de R$ 60 mil para R$ 72 mil (para microempreendedores individuais). Isso vai evitar a morte súbita de muitos empreendimentos que não conseguem avançar em meio à alta carga tributária.

O primeiro indicador da volta do crescimento já apareceu, com a retomada da credibilidade. Agora é avançar rapidamente e fazer a roda da economia girar na direção certa – na direção da produção, do emprego, da renda, do consumo, do apoio aos pequenos negócios. Basta decisão.

Paulo Skaf
Presidente
Sebrae-SP
Comentários
0 Comentários
0 comentários to “Mãos à obra”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

in-article

Mobile

addthis

Contato (13) 3821-6148

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Clique na imagem

Empregos no Japão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]