16 de junho de 2016

Instituto Butantan capacita estudantes do Ensino Médio para olimpíadas internacionais de Biologia

,
Instituto Butantan capacita estudantes do Ensino Médio para olimpíadas internacionais de Biologia


Treinamento prático intensivo aborda técnicas avançadas de laboratório usadas no desenvolvimento de uma vacina

De 13 a 17 de junho, o Instituto Butantan, órgão vinculado à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e um dos maiores centros de pesquisas biomédicas do mundo, recebe alunos do ensino médio de cinco Estados para um treinamento prático intensivo para as Olimpíadas Internacionais de Biologia de 2016.

No Butantan, os alunos vão aprender técnicas avançadas de laboratório que envolvem Biologia Molecular, Química de proteínas, Botânica e Zoologia; e passarão por simulações de procedimentos importantes para a Ciência, como o processo de desenvolvimento de uma vacina, por exemplo. Além disso, os estudantes acompanharão a dissecação de uma serpente, atividade apresentada pela primeira vez no treinamento.

“O conteúdo abordado é baseado em provas anteriores da competição internacional. Para preparar o programa, levantamos assuntos que despertam o interesse pela Ciência, atualidades e o desenvolvimento científico nos locais em que os testes serão aplicados”, explica Sonia Aparecida de Andrade, pesquisadora científica do Laboratório de Bioquímica e Biofísica do Instituto Butantan, responsável pelo programa na instituição. Profissionais do Laboratório de Bioquímica e Biofísica, do Laboratório de Biotecnologia, do Laboratório de Imunogenética, do Museu Biológico e do Museu de Microbiologia participam do treinamento.

15 estudantes pré-selecionados participam da capacitação gratuita. Eles passaram pelas etapas eliminatórias da Olimpíada Brasileira de Biologia, com 60 mil inscritos de todo o país. Os alunos são dos Estados de São Paulo, Ceará, Alagoas, Paraná, Pará e Rio Grande do Norte.

Após o treinamento, oito alunos serão selecionados de acordo com os conhecimentos práticos adquiridos e performance científica. Os quatro primeiros colocados irão para a 27ª Olimpíada Internacional de Biologia (IBO, na sigla em inglês), em Hanoi, no Vietnã, em julho; e os quatro seguintes (quinta a oitava colocação) participarão da 10ª Olimpíada Ibero-Americana de Biologia (OIAB), com países latino-americanos, que este ano acontece em Brasília, no mês de setembro.

As Olimpíadas de Biologia são organizadas pela Associação Nacional de Biossegurança (Anbio) e, em 2016, o Butantan é responsável pelo treinamento integral dos alunos. A instituição participa da capacitação dos estudantes desde 2014 e dividiu as atividades práticas com a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) por dois anos.

“A prova prática corresponde a 50% da nota e a maior parte dos inscritos não têm aulas de laboratório nas escolas. Segundo a Anbio, os alunos são muito bons teoricamente, mas não têm vivência prática, e é este conhecimento que o Instituto Butantan pode trazer aos participantes do treinamento”, destaca Sonia.

O estudante Matteo Celano Ebram, 17, participou do programa em 2015 e conquistou a medalha de bronze na IBO. Ele é um dos 15 selecionados para o treinamento deste ano. “No Butantan, nós tivemos a oportunidade de conhecer os pesquisadores e realizar atividades práticas com todos os equipamentos necessários à disposição. Eu me senti preparado para a prova”, ressalta. Matteo integra também o Programa de Iniciação Científica Jr. do Instituto e está desenvolvendo um trabalho de pesquisa com um modelo experimental para cicatrização.

Histórico

Em 2014, o Instituto Butantan recebeu dois estudantes para um treinamento prático intensivo com os pesquisadores do Laboratório de Bioquímica e Biofísica do Instituto. Allan Costa, atualmente no Massachusetts Institute of Technology (MIT, Massachusetts, EUA), foi medalhista de bronze na IBO e Gabriel Guedes, vestibulando, medalhista de prata na OIAB.
No ano seguinte, 15 alunos participaram da capacitação com profissionais do Laboratório de Bioquímica e Biofísica, do Laboratório de Biotecnologia, do Museu Biológico e do Museu de Microbiologia. Os jovens Leticia Pereira de Souza, Gabriel Guedes e Matteo Celano Ebram conquistaram medalhas de bronze na edição de 2015 da IBO. Já na OIAB, Arthur Joaquim de Noronha Feitosa Viana, Gerardo de Albino Nogueira Filho e Michael Natsubori Sato conquistaram medalhas de prata, e Lucas Almeida Magalhães, a medalha de bronze.

Sobre as Olimpíadas internacionais de Biologia

A primeira participação do Brasil na IBO foi em 2005, sob coordenação da Anbio e com apoio do Ministério da Educação, Ministério da Ciência e Tecnologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e sócios coorporativos da Anbio.

Em 2007, países latino-americanos, incluindo o Brasil, realizaram a I OIAB. O país foi o primeiro colocado geral na competição, que aconteceu na Cidade do México, com 1 medalha de ouro, 1 medalha de prata e 2 medalhas de bronze.https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif
Comentários
0 Comentários
0 comentários to “Instituto Butantan capacita estudantes do Ensino Médio para olimpíadas internacionais de Biologia”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

in-article

Mobile

addthis

Contato (13) 3821-6148

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Clique na imagem

Empregos no Japão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]