29 de maio de 2016

OFICINAS DE TRANSMISSÃO DE SABER DO PROJETO GERANDO RENDA, MOTIVANDO CIDADÃOS TÊM COMO OBJETIVO A FORMAÇÃO DE ARTESÃOS E A GERAÇÃO DE RENDA

,
OFICINAS DE TRANSMISSÃO DE SABER DO PROJETO GERANDO RENDA, MOTIVANDO CIDADÃOS TÊM COMO OBJETIVO A FORMAÇÃO DE ARTESÃOS E A GERAÇÃO DE RENDA



A Associação dos Artesãos e Produtores Caseiros de Iguape – (AAPCI) por meio do projeto Gerando renda, motivando cidadãos, iniciou em maio as Oficinas de Transmissão de Saber, que têm como objetivo a capacitação de pessoas da comunidade em técnicas do artesanato e culinária tradicional para a geração de renda, além do fortalecimento da cultura tradicional por meio da construção de instrumentos como as rabecas, violas e alfaias.

OFICINAS DE TRANSMISSÃO DE SABER DO PROJETO GERANDO RENDA, MOTIVANDO CIDADÃOS TÊM COMO OBJETIVO A FORMAÇÃO DE ARTESÃOS E A GERAÇÃO DE RENDA

Neste mês de maio as primeiras oficinas serão:

Construção de Instrumentos de Percussão – Alfaias – terças e sábados das 18 às 20 horas – com duração de três meses

O ministrante, Diego Shoji Ando, é professor de capoeira em Iguape. Em 2011, aprendeu, em São Paulo, com um grupo de Maracatu o passo a passo de como confeccionar tambores e alfaias e trouxe esta experiência para a cidade e, com o apoio da Oficina Gerson de Abreu, ministrou a sua primeira oficina. Em 2012, em parceria com AAPCI, apresentou os instrumentos às crianças do ensino fundamental de Iguape e também nas escolas de Ilha Comprida.

“A oficina será de três meses com quatro horas por semana, todas as terças e sábados das 18 às 20 horas. Os alunos que já são em um total de vinte, vão ter a oportunidade de criar seus próprios instrumentos e ainda ter uma renda fazendo aquilo que gosta”, fala o professor. “Futuramente, nós estamos pensando em criar um ateliê no mesmo espaço da oficina e uma cooperativa e a proposta do projeto Gerando renda, motivando cidadãos é compatível com as nossas ideias, além de ser uma ótima oportunidade para os jovens ganharem o seu próprio dinheiro. Tudo isto é muito satisfatório para todos!, finaliza Diego.
Confecção de Panelas de Barro do Jairê --  terças e quintas-feiras das 15 às 17 horas – três meses

Vanete Muniz Ferreira Campos é artesã e trabalha com as panelas pretas do Jairê há quinze anos. Foi aluna da reconhecida mestra de confecção de panelas pretas, Benedita Dias e hoje sente-se agradecida e responsável pela preservação deste saber tradicional do município de Iguape.

“A oficina de confecção de panelas de barro do Jairê são para aquelas pessoas, principalmente mulheres, que querem ter alguma renda para ajudar no orçamento familiar”, diz Vanete. “Em três meses eu vou ensinar como fazer desde peças pequenas, como cumbucas, até as panelas grandes. Primeiro, vou ensinar como bater o barro, deixá-lo macio, fazer os rolinhos de barro que é a técnica de acordelamento, com as mãos formar as peças, fazer o alisamento, lixar e queimar as peças confeccionadas na oficina”, explica. “O processo às vezes pode ser demorado, mas vai depender da vontade da pessoa em querer treinar bastante e aprender, porque o processo é simples e é o capricho que vai fazer as peças ficarem bonitas. Tem pessoas que têm o dom para ser artesão e outras têm mais dificuldades, mas, no meu caso, fazer as peças é muito mais que uma fonte de renda, é uma terapia!”, finaliza a artesã.

No mês de junho serão abertas as inscrições para as oficinas de construção de rabecas, de construção de viola caiçara e de confecção de doces e compotas.

Os interessados em participar das oficinas do Projeto Gerando renda, motivando cidadãos podem entrar em contato pessoalmente ou por telefone no Mercado de Artesanato e Cultura, Av. Princesa Isabel, 708, centro - das 9:00 às 17:30h todos os dias. Tel.: (13) 3841-1016. As inscrições são gratuitas, mas limitadas.


A Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, patrocina 13 projetos sociais do litoral paulista, incluindo o Vale do Ribeira. O investimento é de R$ 3,8 milhões, no período de dois anos, para iniciativas dos municípios de Iguape, Ubatuba, Cananéia, Ilhabela, Peruíbe, Bertioga, Caraguatatuba, São Sebastião, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Praia Grande, Santos e São Vicente. No estado de São Paulo, a seleção pública contemplou 32 projetos socioambientais de 26 cidades paulistas, somando R$ 9,2 milhões em investimentos.
Comentários
0 Comentários
0 comentários to “OFICINAS DE TRANSMISSÃO DE SABER DO PROJETO GERANDO RENDA, MOTIVANDO CIDADÃOS TÊM COMO OBJETIVO A FORMAÇÃO DE ARTESÃOS E A GERAÇÃO DE RENDA”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

in-article

Mobile

addthis

Consorcio na Valenautico

Curso de Manicure e Pedicure

Contato (13) 3821-6148

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Clique na imagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]