7 de abril de 2016

Empreendedores convictos

,
Empreendedores convictos

Pesquisa do SEBRAE divulgada recentemente mostra que 38% dos Microempreendedores Individuais (MEIs) e donos de micro e pequenas empresas não trocariam seus negócios por um emprego com carteira assinada nem se fosse para ganhar 50% mais. Outros 19% dizem que aceitariam só se fosse justamente para ter rendimento 50% maior. Em contrapartida, o levantamento também apontou que 38% estariam dispostos a largar seus empreendimentos por um trabalho formal mesmo que para ter igual renda.

Mudanças de rumo são normais. Cada um tem seus motivos para desistir do negócio próprio; pode ser uma questão financeira, cansaço da pesada carga que é comandar uma empresa, frustração por conta de prejuízos, dificuldades de várias naturezas; enfim, inúmeras motivações. 

Mas gostaria de ater-me ao grupo dos que não abririam mão do negócio próprio nem para ampliar os ganhos. Certamente são pessoas convictas de que a realização está no empreendedorismo, na autonomia que ele propicia e não apenas no dinheiro a mais no bolso - ou porque também acreditam que a empresa pode, em algum momento, proporcionar rendimentos ainda maiores. Mostram também características importantes do empreendedor de sucesso: persistência, comprometimento, independência e autoconfiança.

Quem empreende deve ter não só uma boa ideia, conhecimento técnico do ramo e força de vontade, mas uma atitude compatível com o desafio a que se propõe. Além das características citadas acima, o verdadeiro empreendedor é aquele que exige qualidade e eficiência, está sempre atrás de informações e oportunidades e tem iniciativa. Corre riscos calculados e sabe definir metas, planejar e monitorar sistematicamente a empresa. Por fim, mas não menos importante, é o sujeito com poder de persuasão e capaz de manter uma boa rede de contatos.

Não é pouco. No entanto, ninguém deve achar que está fadado ao fracasso por não ter nascido com tais características. A parte boa é que elas podem ser desenvolvidas a qualquer tempo.

Para ajudar nesse aspecto existe o Empretec, uma metodologia desenvolvida pela Organização das Nações Unidas (ONU) e aplicada com exclusividade no Brasil pelo SEBRAE. Após uma seleção de candidatos, é feito um trabalho intensivo e transformador na postura do empreendedor. Quem participa afirma que é um divisor de águas, não só na maneira de pensar como nos resultados.

Empreender é acreditar que vai dar certo. É assim que os empreendedores convictos escrevem as histórias de sucesso.

Bruno Caetano é diretor superintendente do Sebrae-SP

Por Luiz Otavio Paro



Comentários
0 Comentários
0 comentários to “Empreendedores convictos”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

in-article

Mobile

addthis

Consorcio na Valenautico

Curso de Manicure e Pedicure

Contato (13) 3821-6148

Manutenção de celulares - Técnico de Informática

20 Mega de Internet

20 Mega de Internet na Infovale

Clique na imagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]