Receba Grátis Noticias do Vale do Ribeira.
27 de outubro de 2011

Registro oficializa primeira união homoafetiva

,

Na semana em que o Superior Tribunal de Justiça autorizou o primeiro casamento civil entre um casal homossexual, no último dia 25, a vida dos casais de mesmo sexo que querem oficializar sua união ficou mais fácil. No último sábado, 22, aconteceu a festa que marcou a oficialização da primeira união homoafetiva de Registro e a segunda iniciativa no Vale do Ribeira. O primeiro aconteceu na cidade de Sete Barras.


Em uma cerimônia com pompas e honrarias, com características de um casamento tradicional heterossexual, o travesti, hoje agente de saúde, Bia Martins de Oliveira se uniu ao pedreiro, Antonio Carlos. “Meu sonho foi sempre casar de noiva com dama de honra”, disse Bia ao comemorar o sonho realizado.

 O casamento contou com autoridades como a prefeita de Registro, Sandra Kennedy Viana, o vereador Frederico Simões, assessores de vereadores e convidados. Para a prefeita, Sandra Kennedy, a realização do casamento é um avanço na garantia dos direitos humanos e principalmente de cidadania e lembrou: “Eu me casei aqui também”, lembrando o Centro Social Urbano, local onde foi realizada a cerimônia de casamento entre a prefeita e o hoje presidente do Fundo Social de Solidariedade, Ronaldo Ribeiro há mais de 20 anos. 

Muito satisfeito com a cerimônia que não deixou a desejar nenhum casamento, o casal aproveita para agradecer: “O nosso sonho foi realizado gostaríamos de agradecer a todos que compareceram, aos funcionários do Departamento Municipal de Saúde, a ONG Idesc (onde Bia trabalhou), aos colaboradores, aos Meninos Cabeleireiros, a florista e às daminhas de honra. A noiva fez questão de frisar de que apesar das dificuldades, a cidade de Registro sempre se mostrou solidária à causa homossexual. “A cidade aceitou bem porque enfrentamos tudo de cabeça erguida”. 

 O casal se conhece há um ano e sete meses e oficializou o contrato de união civil estável no cartório de Registro e viu na oficialização da cerimônia uma maneira de perpetuar o amor mútuo, muito mais do que garantir os direitos civis, como disse Antonio Carlos, que fez o pedido de casamento a Bia. “Nós vivemos juntos há um ano e sete meses e oficializar o casamento é viver uma relação inteira, como um casamento é”.   

Conscientes de que o caminho para o altar seria árduo ora por preconceito, outra pela falta de condições financeiras, resolveram quebrar os tabus e com ajuda familiar e dos amigos realizar a cerimônia. O casal acredita que o casamento vai abrir e encorajar outros casais na mesma condição em tomar a mesma decisão.  

    
Em maio, o Supremo Tribunal Federal reconheceu, por unanimidade, a união estável entre casais do mesmo sexo como entidade familiar. Na prática, as regras que valem para relações estáveis entre homens e mulheres já estão sendo aplicadas aos casais gays. Com a mudança, o Supremo criou precedente que pode ser seguido pelas outras instâncias da Justiça e pela administração pública.



Por 
Assessoria de comunicação
Prefeitura de Registro
};
Comentários
0 Comentários
0 comentários to “Registro oficializa primeira união homoafetiva”

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

 
Google+
Facebook
Recomende-nos no Google
Link-me
O Vale do Ribeira - Notícias, Histórias, Curiosidades, Culinária e informações sobre a região do Vale do Ribeira.

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: Camilo Aparecido Almeida | Movido a: [ Blogger ]